Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Dono do Miami Dolphins quer comprar a Fórmula 1

Dono do Miami Dolphins quer comprar a Fórmula 1

Foto Miami Dolphins / CP

Stephen Ross, este americano pode se tornar o próximo dono da Fórmula 1


A RSE Ventures, do magnata americano Stephen Ross, está se unindo à Catar Sports para comprar uma fatia de 35,5 por cento na companhia controladora da Fórmula 1, em um negócio avaliado entre 7 bilhões e 8 bilhões de dólares (cerca de R$ 24 bilhões), disse à Reuters uma fonte familiar com o assunto.
A RSE, dona do time de futebol americano Miami Dolphins, está buscando comprar a fatia da CVC Capital Partners, a qual detém uma participação de 35,5 por cento na F1, que é comandada pelo bilionário Bernie Ecclestone.
Dieter Hahn, presidente do conselho supervisor do grupo alemão de marketing esportivo Constantin Medien, também está envolvido com o consórcio de investimento, disse a fonte, embora a Reuters não tenha conseguido verificar imediatamente qual é seu exato envolvimento.
“A chave para destravar este acordo é que, sob o comando de Bernie, a F1 não faz muito marketing de direitos de TV. Hahn vai ajudar com isso”, disse a fonte.
O Goldman Sachs está trabalhando do lado da CVC no acordo, e o JP Morgan atua pelos compradores. A CVC não respondeu imediatamente a pedidos por comentários. Um porta-voz de Dieter Hahn não pode ser encontrado. JP Morgan e Goldman Sachs não tinham pronunciamentos imediatos.
Esta pode ser a saída para os mandos e desmandos de Bernie Ecclestone, que está afundando a Fórmula 1 porque não tem visão moderna para o esporte. Para o tio Bernie, a F1 é interessante para quem tem dinheiro (homens com mais de 45 anos que consomem relógios Rolex, Ferraris e Mercedes) e não para a juventude (que compra os jogos virtuais que imitam a F1 e veem vídeos das corridas em celulares e tablets).


C do Povo 
Postar um comentário