Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Campeões em agrotóxicos


Inseticidas, fungicidas e demais produtos químicos usados para controlar as pragas podem deixar resíduos nas frutas, legumes e verduras. Conheça os alimentos que apresentaram resíduos acima do recomendado pelos especialistas. Os valores se referem à porcentagem das amostras consideradas insatisfatórias.


Fonte: Revista Viva Saúde - por Leonardo Valle

O significado das doenças


Segundo a psicóloga Americana Louise L. Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo.

Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão, diz a psicóloga Americana Louise L. Hay.
Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar.

Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.

Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolveoressentimento.

A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a pena tentar evitá-las:

DOENÇAS/CAUSAS:

AMIDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição à vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de auto-valorização.
DOR NOS JOELHOS: medo de recomeçar, medo de seguir em frente. Pessoas que procuram se apoiar nos outros.
ENXAQUECA: Raiva reprimida.. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro(a).
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORRÓIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do
passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSÔNIA: Medo, culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor quando criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima.. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
RINS: medo da crítica, do fracasso, desapontamento.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIREÓIDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas.. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo.. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Curioso não?

Por isso vamos tomar cuidado com os nossos sentimentos... Principalmente daqueles, que escondemos de nós mesmos.

‘Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da Alma’.

Remédios indicados: Auto-estima, Perdão e Amor.


Celulite: o que é verdade e o que é mentira?



Não há mulher que não se preocupe com ela, afinal, praticamente todas as têm ou as terão em algum momento da vida. A celulite não tem cura, isso é fato, mas o que mais se vê por ai são propagandas prometendo eliminar os terríveis furinhos. Muitas dúvidas permeiam esse problema, mas, o que é verdade e o que é mentira quando o assunto é celulite? Confira!

• Celulite não é uma inflamação da hipoderme?
VERDADE. A celulite é resultado da projeção de estruturas mais profundas sobre a superfície da pele, entre elas os septos fibrosos, que são uma espécie de divisão que liga a superfície aos tecidos mais profundos, causando os “furinhos” ou depressões na pele, característicos da celulite. Não é, portanto, uma inflação da hipoderme.

• Celulite é genética, herda-se da mãe?
VERDADE. Existe a predisposição genética ao problema, mas nem sempre ela é herdada da mãe. Fatores como aumento de peso, má alimentação, sedentarismo, além de fatores hormonais podem fazer surgir a celulite ou agravar o quadro.

• Celulite vem sempre acompanhada de estria?
NEM SEMPRE. Os dois problemas podem coexistir em uma pessoa, mas são processos distintos e independentes. A estria é considerada uma cicatriz dérmica que surge devido à distensão excessiva da pele, seja pelo aumento de peso, pelo crescimento muito rápido do corpo ou gestação. E sim, infelizmente as estrias são mais comuns em mulheres.

• Retenção de líquido aumenta celulite?
VERDADE. A retenção de líquidos pode piorar o aspecto da celulite, especialmente no período pré-menstrual e pelo consumo excessivo de sódio.

• Drenagem linfática diminui a celulite?
VERDADE. A técnica pode aliviar bastante o aspecto ondulado da pele, uma vez que diminui o inchaço. Contudo, o efeito não é permanente, já que o organismo drena substâncias tóxicas constantemente. A massagem não deve ser o único tratamento adotado para pode fim à celulite, mas sim vir acompanhado de mudanças no estilo de vida, com a adoção de hábitos mais saudáveis.

• Técnicas de automassagem podem ajudar no combate à celulite?
DEPENDE. Usar a força para espalhar o creme anticelulite após o banho não resolve. O ideal é que se faça movimentos de baixo para cima e sempre em direção ao coração.

• Massagem modeladora piora a celulite e espalha a gordura?
MENTIRA. A massagem pode melhorar a celulite, por atua nas áreas de depósito de gordura e ativa a circulação!

• Cremes anticelulite realmente funcionam?
DEPENDE. A ação dos cremes pode suavizar o aspecto da celulite, principalmente se for associado a outros tratamentos. Contudo, seu efeito é maior em casos de celulites leves.

• Refrigerante light e água com gás dão celulite?
MENTIRA. Não existe comprovação científica de que refrigerante influencie no aparecimento ou agravamento da celulite. O que é verdade é que tudo que engorda, incluindo o refrigerante, aumenta a celulite.

• Álcool aumenta a celulite?
DEPENDE. Diretamente o álcool não aumenta a celulite, mas seu consumo exagerado pode causar retenção de líquidos e inchaço, o que pioram o problema. Além disso, o álcool contém grande quantidade de açúcar, que se transforma em gordura no organismo.

Fonte: Blog de Boa Saúde – por Natália Barbosa

Quais as dez comidas mais estranhas do mundo?


Nosso menu exótico apresenta guloseimas de todo o mundo: macaco chinês, formiga tailandesa, canguru australiano... Esse banquete de arrepiar qualquer paladar foi elaborado com a ajuda do livro Extreme Cuisine ("Cozinha Extrema"). Vai arriscar uma boquinha?

10. ESCORPIÃO FRITO 
País/Região - Cingapura
Ué, mas o escorpião não é venenoso? É, sim, mas como o bicho é cozido antes de ser frito em óleo, as altas temperaturas do preparo desencadeiam uma reação química que neutraliza o veneno. Aí, é só deglutir o bichão - inteiro mesmo, das garras até a cauda. A espécie preferida é o escorpião-negro, que é maior e tem menos veneno que o escorpião-marrom.
Curiosidade - O escorpião é um prato admirado pela maioria dos povos asiáticos. Grande parte dos países do continente degusta o pestisco usando hashi, esse par de varetas usado para levar a comida à boca.

9. FILÉ DE PEIXE VENENOSO 
País/Região - Japão
O tal peixe venenoso é o fugu ou baiacu, que tem muita tetrodotoxina, um veneno dez vezes mais forte que o cianeto. Para que a iguaria não mate ninguém, o chef retira uma bolsa perto das brânquias com o veneno. Depois, ele fura a bolsa e espalha sobre a carne do peixe uma pequena dose da toxina, para provocar um certo "efeito alucinógeno" em quem come!
Curiosidade - Por causa dos riscos da ingestão do alimento, os cozinheiros e chefs de restaurantes são exaustivamente treinados até ganharem o aval para preparar o fugu para consumo. Mesmo assim, cerca de 20 pessoas morrem por ano, intoxicadas pelo veneno do peixe!

8. FAROFA DE FORMIGA 
País/Região - Brasil
O inseto aparece no cardápio rural brasileiro em certas áreas do Sudeste. A variedade preferida é o içá ou saúva - uma formiga que, dizem, tem um gosto parecido com amendoim. Além de consumida em farofas, ela também pode ser torrada com tempero ou congelada para comer durante o ano. E faz bem! Como vários outros insetos, as formigas são ricas em proteína, têm baixo teor de gordura e alto teor de fósforo.
Curiosidade - Do outro lado do mundo, os chineses usam formigas para fabricar um vinho que é útil no tratamento de reumatismo e no fortalecimento dos músculos e ossos.

7. MORCEGO À CAÇAROLA 
País/Região - China, Vietnã, sudeste da Ásia
Os morcegos que fazem parte do cardápio humano são os que se alimentam de frutas. Escolhidos por não serem venenosos e por sua dieta saudável, os morcegos frutívoros têm baixo teor de gordura e uma carne cuja textura é comparada à dos frangos. Além da caçarola (um guisado com carne, vegetais e batatas), outras boas pedidas (quer dizer, boas pelo menos para os povos asiáticos) são a sopa e a lasanha de morcego.
Curiosidade - Os entusiastas da carne de morcego acreditam que ela aumenta a potência sexual masculina e as chances de ter uma vida longa e feliz.

6. CANGURU AO VAPOR 
País/Região - Austrália
O hábito de comer cangurus começou com os nativos australianos, que cortavam o animal em diversas partes e mandavam ver. Hoje em dia, a carne do bicho é picada e cozida em vapor, com a adição de bacon, sal e pimenta para dar um temperinho. Não sobra nada: até o rabo é aproveitado para fazer sopa! O gosto é comparado ao da carne de avestruz, uma carne vermelha bem forte.
Curiosidade - Os pratos feitos com canguru são vendidos em mais de 900 restaurantes, desde pizzarias até serviços de quarto em hotéis cinco estrelas.

5. SOPA DE CACHORRO 
País/Região - Coréia do Sul, Sul da China, Hong Kong
Eis o lado polêmico da diversidade cultural: para nós, ocidentais, comer esse prato é uma tremenda cachorrada. Mas, entre os coreanos, o cão é considerado bastante energético e, de acordo com a crença, melhora o desempenho sexual dos homens. Além da carne dos au-aus, a sopa leva legumes e tem um cheiro forte, principalmente por causa do tempero - em geral, especiarias como açafrão, cravo e canela.
Curiosidade - A venda da carne de cachorro já foi proibida por causa de protestos de protetores dos animais. Mas, em países como a Coréia do Sul, a fiscalização é frouxa e muitos restaurantes continuam fornecendo o prato.

4. OMELETE DE LARVA DO BICHO-DA-SEDA 
País/Região - Tailândia, China
Na China, as larvas são fritas com cebola cortada e um molho grosso ou misturadas em omelete com ovos de galinha. Se você não curtir a textura tenra do recheio, também dá para comer a crisálida, a "embalagem" da larva, que parece uma casquinha crocante tipo um salgadinho.
Curiosidade - Na Tailândia, depois de ser incluída na lista de comidas locais, em 1987, a crisálida do bicho-da-seda passou a ser adicionada às sopas na alimentação de crianças nas escolas tailandesas.

3. CÉREBRO DE MACACO 
País/Região - África
Séculos antes do Indiana Jones, os africanos já cultivavam o costume de deglutir miolos de primatas. Anote o modo de preparo: primeiro, lave o cérebro (do bicho, claro) com água fria. Depois, acrescente vinagre ou suco de limão, retirando membranas e vasos sanguíneos da camada mais superficial. Conserve em salmoura e, finalmente, ponha a iguaria para cozinhar. Em todas as espécies de macaco, o órgão é rico em fósforo, proteínas e vitaminas.
Curiosidade - Prefere outros cérebros? Tente o de gorila, considerado afrodisíaco. Na áreas rurais da Europa, fazem algum sucesso os cérebros de porco, de cordeiro e de carneiro...

2. CALDO DE TURU 
País/Região - Brasil
O turu é um molusco de cabeça dura e corpo gelatinoso, tem a grossura de um dedo e vive em árvores podres, caídas. Consumido na ilha de Marajó e no interior da Amazônia vivo e cru, em caldo com farinha ou em moquecas, o bichinho é rico em cálcio e tido como afrodisíaco. O gosto é semelhante ao dos mariscos.
Curiosidade - O macaco-do-mangue também é um apreciador de turu. Os caçadores sabem disso e abusam, passando pimenta no molusco. Quando o macaco come o bicho, o ardor da pimenta desorienta o primata, tornando-o presa fácil dos caçadores.

1. CARANGUEJEIRA FRITA 
País/Região - América do Sul, sul da África, Austrália
É preciso muita coragem para mandar esse bichão peludo para dentro, certo? Mas no caso da caranguejeira ou tarântula, as aparências enganam. Apesar de pavorosa, a espécie não é venenosa - e é a mais consumida no mundo por ser maior que as outras aranhas. A parte mais cobiçada é o abdômen do aracnídeo. É lá que fica a maior parte da carne - na cabeça estão as vísceras e no restante do corpo não há muito mais o que comer.
Curiosidade - Os maiores consumidores de caranguejeira são os índios na América do Sul e os aborígenes na Austrália.

Fonte: Revista Mundo Estranho - por Gleydson Alves

Viva mais e melhor com poucas calorias


Enzima que envelhece

Há muito se sabe que uma alimentação com poucas calorias pode retardar o envelhecimento.

Nesse retardamento estão incluídas as doenças tipicamente associadas à idade, como o câncer e o diabetes tipo 2.

Quanto menor é a ingestão de calorias, maior é o efeito.

Agora, pesquisadores da Universidade de Gotemburgo, na Alemanha, identificaram uma das enzimas que controla esse processo do envelhecimento associado à ingestão de calorias.

Dieta de baixas calorias

"Nós demonstramos que a restrição calórica retarda o envelhecimento impedindo que uma enzima, chamada peroxirredoxina, seja inativada. Esta enzima também é extremamente importante para nos defender de danos em nosso material genético," disse o Dr. Mikael Molin, coordenador da pesquisa.

Reduzindo gradualmente a ingestão de açúcar e proteínas, sem reduzir as vitaminas e os minerais, pesquisadores demonstraram anteriormente que macacos podem viver vários anos mais do que esperado.

O método foi então testado em tudo, de peixes e ratos a fungos, moscas e leveduras, sempre com os mesmos resultados favoráveis.

Apesar dos bons resultados, os cientistas ainda não haviam descoberto o mecanismo que leva a essa maior longevidade.

Retardamento do câncer

Os novos resultados mostraram que a peroxirredoxina, ou Prx1, é danificada durante o envelhecimento, perdendo sua atividade.

A restrição calórica impede essa perda de atividade aumentando a produção de outra enzima, chamada Srx1, que conserta a Prx1.

Outra conclusão do estudo é que é possível retardar o envelhecimento sem a restrição calórica, apenas aumentando a quantidade de Srx1 nas células.

"Nós agora podemos começar a especular se um maior nível de reparo da Prx1 durante o envelhecimento pode evitar, ou ao menos retardar, o surgimento do câncer," disse o pesquisador.

Fonte: Diário da Saúde

Quanto é "beber socialmente"?



Tecnicamente, é até o quanto você consegue beber sem a sociedade reparar
Definição clássica de quem não quer parecer nem irresponsável nem careta, "beber socialmente" equivale ao que os especialistas classificam como "risco moderado" de alcoolismo. Entra nessa categoria quem consome até 3 doses diárias de bebida alcoólica - na classificação-padrão, 1 dose equivale a 1 latinha de cerveja, uma 1 taça de vinho ou meros 25 mililitros de destilados, como uísque e vodca (ver quadro ao lado). 

Acontece que há uma linha tênue entre bebedores sociais e antissociais. Nesse sistema, a categoria acima do "risco moderado" já é "risco em crescimento". Quem estiver nas 4 doses diárias deve ficar atento.

Mas calma: passar de 3 doses diárias não quer dizer que você esteja virando alcoólatra. "A dependência do álcool não é diagnosticada tendo como critério único, e nem principal, a quantidade de álcool que uma pessoa bebe, mas a relação com o álcool que a pessoa tem, ou seja, o quanto o consumo atrapalha sua vida", explica a pesquisadora Ilana Pinsky. 

É dose 

Risco de alcoolismo conforme consumo diário de álcool 

1 dose* - risco baixo
2 doses* - risco leve

3 doses* - risco moderado - Limite de "beber socialmente"
4 doses* - risco em crescimento

5 ou + doses* - risco avançado
*1 dose = 350 ml (lata) de cerveja, 90 ml (taça) de vinho ou 25 ml de destilados

Fonte: Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas (Abead) e National Institute of Alcohol Abuse and Alcoholism.

Fonte: Revista Super Interessante - por Raquel Lima

Quais são os males que o cigarro provoca no corpo humano?


O cigarro pode causar cerca de 50 doenças diferentes, especialmente problemas ligados ao coração e à circulação, cânceres de vários tipos e doenças respiratórias. "A fumaça do cigarro é absorvida por combustão, o que aumenta ainda mais os males da sua composição", diz Valéria Cunha de Oliveira, técnica da divisão de tabagismo do Instituto Nacional do Câncer (Inca), no Rio de Janeiro. Parece papo de ex-fumante, mas é a pura verdade: em cada tragada são inaladas 4 700 substâncias tóxicas. Entre elas, três são consideradas as piores.

A primeira é a nicotina, que provoca dependência e chega ao cérebro mais rápido que a temida cocaína, estando associada aos problemas cardíacos e vasculares (de circulação sanguínea). A segunda é o monóxido de carbono (CO), aquele mesmo que sai do cano de escapamento dos carros. Ele combina com a hemoglobina do sangue (responsável pelo transporte de oxigênio) e acaba reduzindo a oxigenação sanguínea no corpo. É por causa da ação do CO que alguns fumantes ficam com dores de cabeça após passar várias horas longe do cigarro. Nesse período de abstinência, o nível de oxigênio circulando pelo corpo volta ao normal e o organismo da pessoa, que não está mais acostumado a esse "excesso", reclama por meio das dores de cabeça. A terceira substância tida como grande vilã é o alcatrão, que reúne vários produtos cancerígenos, como polônio, chumbo e arsênio.

Todo câncer relacionado ao fumo - como na boca, laringe ou estômago - tem alguma ligação com o alcatrão. A união desse poderoso trio de substâncias na composição do cigarro só poderia tornar o produto extremamente nocivo à saúde. Para se ter uma idéia, 90% dos casos de câncer de pulmão - a principal causa de morte por câncer entre os homens brasileiros - estão ligados ao fumo.

Alvos fáceis demais

Coração e pulmão estão entre as principais partes do organismo atingidas pelo tabaco

1. Da cárie ao câncer
O tabagismo provoca vários estragos na região da boca. Além de modificar o hálito, a fumaça irrita a gengiva e pode facilitar o surgimento de cáries. Há também uma alteração nas papilas gustativas, o que afeta o paladar do fumante. O cigarro ainda aumenta os riscos de câncer de boca, apesar de ser menos prejudicial nesse aspecto que o charuto.

2. Chapa preta
Várias substâncias tóxicas presentes na fumaça fazem os tecidos dos pulmões perderem elasticidade, o que acarreta uma destruição parcial da estrutura desses órgãos. É isso que as chapas de pulmão dos fumantes - bastante escuras - mostram. Das mortes provocadas por bronquite ou enfisema, 85% estão associadas ao cigarro. O câncer de pulmão é ainda a principal causa de morte por câncer entre fumantes.

3. Trabalho com a nicotina
A nicotina aspirada pelo fumante segue para o fígado, onde é metabolizada. Por isso, esse órgão também está sujeito a desenvolver câncer.

4. Estômago embrulhado
Já foram encontrados resíduos de um agrotóxico chamado DDT em amostras do alcatrão que compõe o cigarro. O DDT irrita as paredes do estômago e pode levar o fumante a sentir náuseas. Além disso, uma parte das substâncias tóxicas do cigarro é metabolizada no estômago, o que pode gerar gastrite, úlcera e até mesmo câncer.

5. Risco de derrame
O cérebro também pode ser afetado pelas dificuldades de circulação causadas pelo cigarro. Os vasos comprimidos, a qualidade de sangue prejudicada e o aumento da pressão arterial podem resultar em derrame cerebral.

6. Circulação comprometida
A nicotina diminui a espessura dos vasos sanguíneos e o monóxido de carbono reduz a concentração de oxigênio no sangue. Assim, o fumante está mais sujeito a vários problemas relacionados à circulação, como aneurismas (dilatação de vasos sanguíneos que favorece os derrames), tromboses (entupimento de vasos), varizes e até uma doença chamada tromboangeíte obliterante, que afeta as extremidades do corpo, podendo levar à amputação de membros.

7. Infarto à vista
Um dos órgãos mais afetados é o coração. A ação da nicotina faz com que o corpo absorva mais colesterol. O cigarro também eleva a pressão arterial e a freqüência cardíaca, que sobe até 30% durante as tragadas. Tudo isso é fator de risco para problemas no coração, tornando o fumante mais propenso a ter infartos.

Livre do vício

O que você ganha se ficar sem fumar por...

20 minutos: a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal
2 horas: não tem mais nicotina circulando no sangue
8 horas: o nível de oxigênio no sangue se normaliza
2 dias: o paladar ganha sensibilidade novamente
3 semanas: a respiração fica mais fácil e a circulação sanguínea melhora
5 a 10 anos: o risco de sofrer infarto passa a ser igual ao de quem nunca fumou

Fonte: Revista Mundo Estranho - por Luciana Pinsky

Dicas para cuidar dos pés após a malhação


Atividades como corrida ou caminhada podem causar alguns desconfortos nos pés. Unhas roxas e calos são alguns destes problemas. Saiba como evitá-los.

Nada melhor do que a prática de exercícios físicos para deixar a saúde, tanto física como a emocional, em dia. Além de liberar a endorfina (hormônio responsável pela sensação de prazer e bem-estar), a malhação também previne doenças cardiovasculares e a diabetes. Mas, assim como cuidamos da saúde interna, é preciso prestar atenção às partes externas do corpo como, por exemplo, os pés.

Após uma hora na academia ou uma corrida de 45 minutos, os pés não são mais os mesmos. Tanto homens quanto mulheres são vítimas de calos, micoses, frieiras, rachaduras, hematomas nas unhas e, claro, bolhas. Para não deixar que estes entraves comprometam a sua rotina esportiva, vamos conhecer algumas dicas para prevenção destes problemas.

1 – Calos: é possível removê-los com produtos à base de ácido, mas, atenção! È fundamental visitar um especialista. Não tome a iniciativa por si mesmo. Tênis com protetores de silicone podem ajudar.

2 – Micoses: para evitar ao máximo esse problema, mantenha os pés secos e use sempre tênis diferentes. Dessa forma o suor evapora e os fungos não se multiplicam.

3 – Frieira: Além de aplicar no tênis um talco antisséptico, é preciso optar pelo uso de meias de algodão. Não ficar com o tênis muito tempo após o término dos exercícios também é uma ótima dica.

4 – Rachadura nos calcanhares: além de feias, podem machucar os pés. Para minimizar o problema é preciso usar cremes para os pés antes de dormir.

5 – Hematomas nas unhas: após uma boa caminhada ou corrida é possível que alguma unha fique roxa. Unhas encravadas ou tênis muito apertado podem causar estes hematomas. A melhor forma de prevenção é ir ao podólogo e usar tênis apropriados. E não pratique esportes com as unhas grandes!

6 – Bolhas: para que elas sequem e não prejudiquem o seu desempenho, ao observar a presença da uma bolha, fique alguns dias sem malhar. Como prevenção, use um bom tênis, na medida certa, acompanhado de uma meia sem costura.

Fonte: site suadieta - UOL

Como sair do sedentarismo



Se você não pratica exercícios físicos há algum tempo e, no dia a dia, o máximo que seu corpo se movimenta é para se locomover de casa para o carro e do carro para casa, não é preciso ser especialista para dizer que você está levando uma vida sedentária. 

Você não precisa desejar ter um corpo de capa de revista para se exercitar. Movimentar-se, ainda que por apenas alguns minutos diários, traz mais disposição, energia e saúde para nossas vidas. E para sair do sedentarismo, não há outro jeito, é preciso mesmo começar. 

Não importa há quanto tempo ou por quais motivos você esteja sedentário, nunca é tarde para começar. Primeiramente, procure um médico para determinar, a partir de suas condições atuais de saúde, quais exercícios você está apto a realizar. 

Não desanime ao associar a ideia de exercitar-se à atual busca frenética pelo corpo perfeito. É possível manter-se em forma e saudável sem gastar horas e mais horas em uma academia. O importante é não ficar parado. 

Pequenas decisões ao longo do dia, tais como usar as escadas ao invés do elevador, descer do ônibus alguns pontos antes e ir caminhando até o trabalho ou usar a bicicleta para ir comprar o pão, já trazem mais movimento para sua rotina diária.

Atitudes como essas não chegam a suprir a necessidade semanal de exercícios que gira em torno de 30 minutos de atividade moderada, cinco vezes por semana, mas é uma maneira de começar a sair do sedentarismo.

Não pense que todos os dias você terá o mesmo pique do começo. Quando iniciamos uma atividade física, a novidade da prática faz com que a realizemos com mais motivação e energia e, por isso mesmo, nossa tendência é exagerar. Porém, como o corpo não está acostumado, o excesso pode causar dores e desestimular a continuidade da prática. 

A melhor maneira de inserir na rotina o hábito de se exercitar é começar praticando de 15 a 20 minutos de atividade física diária e, gradativamente, ir aumentando esse tempo. 

Crie um sistema simples para acompanhar a luta contra o sedentarismo. Você pode simplesmente marcar em um calendário quais os dias em que você conseguiu fazer alguma atividade física e quantos minutos foram dedicados a ela. Você irá notar que nos meses em que a prática for mais regular, sua disposição e condicionamento físico provavelmente terão melhoras visíveis. 

Muitas dicas sobre exercícios ressaltam a importância da disciplina, do esforço e da disposição para realizar as atividades físicas de maneira eficiente. Para quem está sedentário há algum tempo, entretanto, tais qualidades podem parecer distantes, reservadas apenas aos esportistas profissionais. 

Exercitar-se não deve ser visto como um trabalho árduo a ser obrigatoriamente cumprido. Se você não gosta ou não combina com determinada atividade física, procure outra que lhe agrade. Pessoas mais sociáveis podem preferir praticar esportes em grupo, enquanto as mais introvertidas preferem exercitar-se sozinhas. Você também pode inventar maneiras de tornar as atividades ainda mais prazerosas, como gravar suas músicas prediletas em um MP3 ou ipod para deixar sua caminhada mais animada. 

Caminhar é uma das formas mais simples de se exercitar. Não custa nada e não requer aparelhos nem técnicas especiais, bastam roupas confortáveis e um bom tênis. 

Entretanto, quem sente dores nas articulações deve procurar um médico antes de iniciar a prática. Para os sedentários de longa data, a dica é iniciar fazendo pequenas caminhadas de 10 minutos e ir aumentando esse tempo à medida que for adquirindo mais resistência física. 

Levar uma vida sedentária pode trazer uma série de problemas que culminam em doenças cardiovasculares como pressão alta, estresse e obesidade, além de promover perda de massa muscular, má postura, dores articulares e o cansaço crônico. 

Motive-se pensando em todos os pontos positivos que a prática de exercícios físicos pode trazer para sua vida. Entre eles, fortalecimento do sistema imunológico, melhora da respiração, diminuição do risco de osteoporose e redução do estresse, da depressão e do cansaço. 

Para manter a motivação, estabeleça objetivos mensuráveis e fáceis de serem alcançados, como se alongar pelo menos durante cinco minutos pela manhã e caminhar por 30 minutos após o trabalho.

Não é fácil livrar-se de velhos hábitos, ainda que eles sejam nocivos ao nosso organismo. Por isso, é preciso estar preparado para eventuais deslizes no meio do processo de inserir atividades físicas em sua rotina.

Se tiver estabelecido trinta minutos de caminhadas diárias, por exemplo, e por algum motivo não puder seguir sua meta inicial, reavalie o plano e recomece. Não desista, pois a atividade física previne doenças. 

Fonte: site da bbel- UOL

Ter dentes limpos pode diminuir chance de ataque cardíaco e derrame


Escove os dentes! Essa ação vai além do benefício de um sorriso mais branco; pode também lhe oferecer uma melhor saúde cardíaca.

De acordo com um novo estudo, as pessoas que tiveram seus dentes limpos por um profissional pelo menos uma vez a cada dois anos eram 24% menos propensas a ter um ataque cardíaco em comparação com aquelas que pularam o dentista. O risco de acidente vascular cerebral também diminuiu em 13%.

Ou seja, algo tão simples como ter uma boa higiene dental – escovação, fio dental, e fazer limpezas regulares – pode ser bom para o coração e para o cérebro.

Os pesquisadores revisaram os registros de mais de 100.000 pessoas no banco de dados nacional de Taiwan. Cerca de metade tinha recebido pelo menos uma limpeza, a outra metade nunca tinha tido uma limpeza.

A idade média dos participantes era 38 anos. Nenhum deles tinha sofrido um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral quando o estudo começou. Eles foram seguidos por uma média de sete anos.

Os resultados mostraram que as pessoas que tinham mais de uma limpeza em um ano tinham o menor risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

Como os pesquisadores não tinham informações sobre fatores de risco para as doenças, como peso, raça e tabagismo, que poderiam ter afetado os resultados, pode ser que pessoas com boa higiene dental sejam simplesmente mais propensas a comer direito e tenham outros hábitos saudáveis para o coração.

Se não for isso, porque existe essa ligação? O link entre a saúde dental e do coração e o risco de derrame não é totalmente claro.

Porém, a inflamação é um problema comum na doença gengival e na doença cardíaca. Uma série de estudos têm relacionado a inflamação crônica com o endurecimento das artérias, que pode levar a ataques cardíacos e derrame.

Escovando os dentes, você pode se livrar de bactérias na boca que podem levar à infecção crônica e inflamação, que podem se espalhar para outras partes do corpo.[WebMD]

Fonte: http://hypescience.com/ter-dentes-limpos-pode-diminuir-chance-de-ataque-cardiaco-e-derrame/ - Por Natasha Romanzoti

Especialistas dão dicas para os atletas de fim de ano


Durante o ano todo, as pessoas vivem na correria do dia a dia e muitas vezes não se dão conta do quanto estão sedentárias. Com a proximidade do verão, passam a se preocupar com a saúde e, principalmente, com o corpo. Afinal, é nesta época que frequentamos as praias e utilizamos roupas mais curtas e leves.

Então, aqueles que não praticaram exercícios durante meses decidem aproveitar a tranquilidade das férias e o clima favorável do verão para fazer alguma atividade física na praia. Uma dica é aproveitar a empolgação de fim de ano para melhorar sua qualidade de vida e para tomar gosto pelos exercícios.

"É importante se dedicar a algum exercício durante as férias, principalmente os sedentários. Praticar esporte é sempre bom e ajuda na saúde", avisa Alexandre Póvoa Barbosa, ortopedista e médico do Esporte na Clínica Orthobone. "A atividade física regular é importante em todos os períodos do ano. Mas, para quem não possui este hábito, o período de férias e verão pode ser o estímulo necessário para o início de uma atividade regular", explica Jairo Diógenes, treinador técnico da rede de academias Fitness Together.

Quem pensa que não vale a pena fazer atividade física no fim do ano está muito enganado. "No caso da prática de exercícios somente nesta época, vale a máxima de que fazer um pouco é melhor que nada. Desde que respeitados os limites do corpo e da saúde, toda movimentação é válida para amenizar os efeitos do sedentarismo", afirma Jairo. "O problema é se a pessoa não faz nada durante o ano e, nas férias, joga duas partidas de futebol por dia. O organismo não está apto a isso", alerta o médico.

Há muitas atividades físicas indicadas para quem vai passar as férias ou pelo menos alguns dias na praia e quer se exercitar. Vôlei, futebol e frescobol são algumas alternativas. "São também aconselháveis corrida e andar de bicicleta", sugere o ortopedista Alexandre.

"Mas a melhor opção para esta época do ano, especialmente na praia, é a caminhada. É uma atividade física simples e extremamente prazerosa de se praticar ao ar livre", instrui o treinador Jairo. "É fundamental que o praticante respeite os horários nos quais o sol e a temperatura estejam amenos e sempre utilize tênis confortável e com bom amortecimento no solado", aconselha.

No entanto, antes de praticar qualquer exercício, é importante consultar um médico. "O paciente precisa conhecer sua condição física e saber se está em situação favorável à prática de esportes. Para isso, o primeiro passo é consultar um médico. Muitas pessoas possuem patologias e não sabem disso", alerta Alexandre. "O certo é que todos, independente da idade, façam exame médico antes de começar a praticar exercícios", complementa.

Além disso, não basta apenas praticar esportes. Aproveite o verão para redobrar os cuidados com a alimentação. Afinal, quando nos alimentamos de maneira adequada, os resultados da atividade física são melhores. "Evite alimentos gordurosos e coma de forma equilibrada, em pequenas porções ao longo do dia. Se necessário, consulte um nutricionista", avisa Jairo.

Apesar da prática de exercícios ser altamente recomendada, é preciso ter alguns cuidados para que não aconteçam lesões que podem atrapalhar suas férias. "As lesões ortopédicas mais frequentes nos atletas de fim de ano são as dores e distensões musculares, os entorses de tornozelo e joelho, as contusões e, em casos mais graves, as rupturas de ligamentos e de tendões, além de fraturas", esclarece o ortopedista Alexandre.

O treinador físico Jairo explica porque acontecem essas lesões. "Elas são ocasionadas pela sobrecarga nos músculos e tendões. Por não serem estimulados frequentemente, eles não possuem estrutura para suportar os estímulos", informa o profissional.

Para evitar qualquer problema, é preciso tomar algumas precauções. "É fundamental o praticante se aquecer e se alongar antes do exercício. Além disso, ele precisa se hidratar antes, durante e depois da atividade, e também descansar entre um estímulo e outro", adverte o treinador físico.
Para obter resultado em suas atividades físicas de fim de ano, a palavra-chave é prevenção. "Se você está se cuidando, fez o check-up preventivo, mantém um bom condicionamento físico, parabéns. Suas chances de obter um bom desempenho são maiores", informa o ortopedista Alexandre. "No entanto, se você não segue nada disso, e durante a prática da atividade física na praia sentiu algo diferente, ainda que leve, pare. Este é um sinal do seu corpo de que algo está errado", avisa o ortopedista.

Quando isto acontece, é hora de procurar um médico e relatar a ele o problema, fazer um check-up e garantir que tudo não passou de um susto. "Sentir a respiração ofegante, falta de ar, batedeira no peito, suor profuso, tontura, desmaio, dor de cabeça e dor abdominal persistente são sinais de que alguma coisa não está funcionando bem e que o organismo não está suportando a carga", observa Alexandre.

"Por isso, é muito melhor avaliar os riscos e tentar eliminá-los para garantir uma prática tranquila, do que estragar as férias com uma contusão ou mesmo com algo mais sério", conclui o médico.

Fonte: site da bbel – UOL - Por Loreta Fagionato - Equipe BBel

Arrecadação cai em outubro mesmo com recursos de parcelamento No mês passado, arrecadação federal somou R$ 106,21 bilhões, diz Fisco. Isso representa uma queda real de 1,33% frente ao mesmo mês de 2013.

Arrecadação cai em outubro mesmo com recursos de parcelamento
No mês passado, arrecadação federal somou R$ 106,21 bilhões, diz Fisco.
Isso representa uma queda real de 1,33% frente ao mesmo mês de 2013.

Nem com o ingresso de recursos do Refis da Copa – parcelamento instituído pelo governo neste ano – a arrecadação de impostos e contribuições federais, junto com as demais receitas (como royalties do petróleo), registrou crescimento real (acima da inflação) em outubro deste ano.

Segundo números divulgados pela Secretaria da Receita Federal nesta segunda-feira (24), a arrecadação do governo somou R$ 106,21 bilhões em outubro. Com isso, teve uma queda real de 1,33% frente ao mesmo mês de 2013.

De acordo com números oficiais, a terceira parcela do Refis da Copa, o parcelamento autorizado pelo Executivo, impulsionou a arrecadação em R$ 1,66 bilhão no mês passado. Em outubro de 2013, não houve essa receita extraordinária. Sem esses recursos, a arrecadação teria registrado uma queda real maior ainda no mês passado: de 2,88%.
saiba mais

A arrecadação federal tem sofrido impacto, em 2014, do fraco nível de atividade econômica, o que gera menos recolhimento de tributos, além das desonerações de tributos implementadas pelo governo federal nos últimos anos para estimular a economia e gerar mais competitividade para as empresas.

Desonerações em outubro
Segundo o governo, as reduções de tributos realizadas nos últimos anos tiveram impacto de R$ 8,45 bilhões na arrecadação de outubro deste ano, contra R$ 6,97 bilhões no mesmo mês de 2013. Para estimular o consumo, o governo tem feito desonerações (descontos ou isenções de impostos).

Foi reduzida, por exemplo, a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de carros novos, móveis e eletrodomésticos da linha branca (como geladeiras e fogões). Medidas como essa também significam menor arrecadação federal.

Acumulado da arrecadação no ano
No acumulado dos dez primeiros meses deste ano, ainda de acordo com dados oficiais, a arrecadação federal totalizou R$ 968,72 bilhões. O valor representa aumento real de 0,45% frente ao mesmo período do ano passado, batendo recorde para o período de janeiro a outubro.

Entretanto, esse recorde só foi obtido por conta do Refis da Copa. Sem os valores arrecadados com o parcelamento (R$ 10,43 bilhões em agosto, setembro e outubro), a arrecadação teria registrado uma queda real de 0,61% nos dez primeiros meses de 2014.

As reduções de tributos, junto com o baixo nível de atividade, também têm influenciado o resultado da arrecadação. Nos dez primeiros meses deste ano, a renúncia fiscal (recursos que deixaram de ser arrecadados) somou R$ 84,46 bilhões, contra R$ 62,88 bilhões no mesmo período de 2013.

Fisco passa a prever 'crescimento zero' em 2014
O secretário-adjunto da Receita Federal, Luiz Fernando Teixeira Nunes, baixou novamente sua estimativa para o crescimento real da arrecadação em 2014. No início do ano, o Fisco estimava uma alta de 3,5% na arrecadação, valor que já havia recuado para 2% e depois para 1% de crescimento. Nesta segunda-feira (24), ele informou que a arrecadação terá crescimento real (valores dos últimos anos corrigidos pela inflação) zero neste ano.

Arrecadação por tributos
A Receita Federal informou que o Imposto de Renda arrecadou R$ 257,9 bilhões de janeiro a outubro deste ano, com aumento real de 0,83% sobre o mesmo período de 2013.

No caso do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), a arrecadação somou R$ 108,31 bilhões nos dez primeiros meses deste ano, com queda real de 3,83%. Sobre o IR das pessoas físicas, o valor arrecadado totalizou R$ 24,93 bilhões até outubro deste ano, com aumento real de 1,48%. Já o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) arrecadou R$ 124,66 bilhões de janeiro a outubro deste ano, com alta real de 5,12% sobre o mesmo período de 2013.

Com relação ao Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), os números do Fisco mostram que o valor arrecadado somou R$ 42,21 bilhões no acumulado deste ano, com alta real de 1,29% sobre igual período de 2013.

No caso do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), houve uma queda real de 4,95%, para R$ 24,66 bilhões de janeiro a outubro deste ano. Neste caso, a arrecadação foi influenciada pela desaceleração no ritmo dos empréstimos bancários.

A Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), por sua vez, arrecadou R$ 163,48 bilhões nos dez primeiros meses deste ano, com queda real de 3,18%, enquanto a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) registrou arrecadação de R$ 57,99 bilhões até outubro deste ano, com queda real de 1,90%.

http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/11/arrecadacao-cai-em-outubro-mesmo-com-recursos-de-parcelamento.html

Definidos os grupos da Copa América 2015. Brasil enfrenta Colômbia, Peru e Venezuela na primeira fase da competição

Brasil enfrenta Colômbia, Peru e Venezuela na primeira fase da competição

Foram definidos em sorteio na noite desta segunda-feira, em Viña del Mar, no Chile, os grupos da Copa América de 2015. A competição terá três grupos e será disputada entre os dias 11 de junho e 4 de julho, em oito cidades chilenas (Santiago, Concepción, Viña del Mar, Valparaíso, Antofagasta, Temuco, La Serena e Roncagua).
A Copa América será o primeiro torneio oficial da Seleção Brasileira depois da Copa do Mundo e também a primeira disputa de Dunga na nova passagem pela Seleção. O primeiro jogo será no dia 14 de junho, domingo, às 19h30min no horário de Brasília, contra o Peru, na cidade de Temuco. Na quarta-feira seguinte, 17 de junho, às 21h30min, em Santiago, o adversário será a Colômbia. A fase de grupos se encerra para o time brasileiro no dia 21 de junho, contra a Venezuela, em um domingo, às 19h30min, novamente em Santiago.
O Uruguai é o atual campeão da Copa América e também o maior vencedor. A última vez que o Brasil levantou o troféu da competição foi em 2011, quando Dunga era o treinador. 
GRUPO A
Chile
México
Equador
Bolívia

GRUPO B
Argentina
Uruguai
Paraguai
Jamaica

GRUPO C
Brasil
Colômbia
Peru
Venezuela



C DO POVO

Garota de 8 anos é considerada a "menina mais bonita do mundo". A russa Kristina Pimenova atua como modelo desde os três anos de idade.





A russa Kristina Pimenova atua como modelo desde os três anos de idade.



Foto: Reprodução / Facebook


Com mais de 2 milhões de seguidores no Facebook. Kristina Pimenova, de oito anos, já é considerada, segundo internautas, a menina mais bonita do mundo.




Em seu perfil oficial em uma rede social, Kristina é apresentada como filha de um jogador de futebol e de uma ex modelo que resolveu levar Kristina, então com três anos de idade, para modelar após ouvir diversas vezes como a filha era bonita.




KZUKA DO CLICRBS

Polícia recupera 26 toneladas de frios em Palhoça, na Grande Florianópolis. Um suspeito foi preso pelo crime, após operação da Deic.


Um suspeito foi preso pelo crime, após operação da Deic.


Carga estava em um galpão 


Foto: Polícia Civil / Divulgação


Uma equipe de policiais civis da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) conseguiu recuperar cerca de 26 toneladas de frios alimentícios roubados. A carga foi encontrada no município de Palhoça e um comerciante foi conduzido em flagrante para a sede da diretoria, no Estreito, em Florianópolis. 

Coordenada pelo delegado João Adolpho Fleury Castilho, a operação contou com agentes da Denarc e DFRV. O suspeito de ter praticado o crime não revelou como conseguiu o material, se furto ou roubo. 



HORA DE SANTA CATARINA

Jovens de hoje em dia têm menos amigos. Estudo mostra que, apesar disso, adolescentes se sentem menos solitários.

Estudo mostra que, apesar disso, adolescentes se sentem menos solitários.

Foto: Cristina Chirtes / Stock.xchng

Com o objetivo de entender a tendência social da solidão, pesquisadores de duas universidades australianas realizaram uma análise de dados sobre estudantes do Ensino Médio e de universidades. Segundo os cientistas, tem havido uma crescente preocupação de que a sociedade moderna é cada vez mais solitária.

Os estudiosos destacaram um pesquisa que mostra o declínio no engajamento social: as pessoas são menos propensas a se reunir em grupos, têm menos amigos íntimos e têm menos chances de perceber confiança nos outros. No entanto, há estudos que apresentam um aumento da extroversão e da autoestima, o que sugere que a solidão esteja diminuindo.

No primeiro estudo, foram analisadas as mudanças na solidão ao longo do tempo e as diferenças de gênero. O banco de dados continha informações de estudantes universitários entre 1978 e 2009.

A análise mostrou um declínio na solidão ao longo do tempo. Outro desdobramento concluído foi que as estudantes do sexo feminino relataram solidão mais baixa do que os do sexo masculino.

O estudo feito pela Universidade de Queensland e pela Universidade Griffith foi publicado no Personality and Social Psychology Bulletin.

Foram avaliados aspectos como se sentir só, sentir-se excluído e desejar por amigos mais próximos. Depois, os cientistas analisaram se os estudantes tinham uma pessoa para conversar, a quem recorrer e com quem interagir.

Os pesquisadores concluíram que os jovens têm menos amigos hoje em dia. Mas se sentem menos solitários.

— A tendência da solidão pode ser causada pela modernização. As pessoas se tornam menos dependentes de suas famílias e precisam de habilidades mais especializadas, o que poderia acarretar um menor interesse pelo apoio social e gerar mais autossuficiência — explica David Clark, responsável pelo estudo.


DIÁRIO CATARINENSE

Pitaya, o superalimento da vez




Chama-se Pitaya o superalimento da vez. Também conhecida como Koubo e Fruta do Dragão (por causa da casca irregular) ela previne o diabetes e as doenças cardiovasculares, além de inibir a vontade de comer doce. Possui um leve sabor adocicado, que lembra o do kiwi. Com ação termogênica e apenas 50 calorias em cada 100 g, é ótima aliada do emagrecimento. Não é preciso dizer que a correria da mulherada atrás da pitaya já começou.

Fonte de tiramina, um aminoácido que ativa o hormônio glucagon, a pitaya é capaz de estimular o organismo a utilizar os estoques de glicose e de gordura e transformá-los em energia. Também é rica em vitamina C, cálcio, ferro, fósforo e potássio.

Conhecida por Fruta do Dragão em função da casca, ela previne o diabetes e as doenças cardiovasculares

Fruta bem conhecida na caatinga do Nordeste, não costuma ser facilmente encontrada nas regiões sul do País. Deve ser procurada em mercados públicos e também há a alternativa do consumo de cápsulas. Existem três variedades da fruta. As pitaias de casca vermelha, particularmente, são grande fonte de Vitamina A.
Na Tailândia, uma das variedades de grande dimensão é Hundatus ou pitaya vermelha com polpa branca. Outras variedades comercializadas são polyrhizus Hylocereus (pitaya vermelha com polpa vermelha) e megalanthus Hylocereus (pitaya amarela).
Em Taiwan, diabéticos usam a fruta como substituto para o arroz como fonte de fibras. A pitaya supostamente aumenta a excreção de metais pesados e diminui o colesterol e pressão sanguínea. Comer regularmente alivia doenças crônicas do sistema respiratório.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DA PITAYA

Ajuda a eliminar os radicais livres
Ótima para perder de peso
Diminui a chances de pegar gripe
Diminui o colesterol ruim
Ajuda no funcionamento do intestino


DONNA DO CLICRBS