Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

sábado, 26 de setembro de 2015

Mulher de empresário é acusada de ter mandado surrar o marido.

A mulher de um empresário, proprietário de uma revenda de automóveis em Joaçaba, foi presa pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (24) em Treze Tílias. Magda Servula Guimarães, 46 anos, está sendo acusada de ter contratado elementos para espancar o marido. O empresário foi agredido com barras de ferro no dia 24 de agosto em seu estabelecimento, na Rua Sete de Setembro em Joaçaba. Na ocasião, ficou gravemente ferido. 
“Começamos com o roubo, mas a investigação teve outra linha adotada após ouvir os executores do crime, que foram identificados e afirmaram que não se tratava de um roubo, e sim que foram contratados para dar uma surra na vítima”, informou o delegado Antônio Lucas. “Só que essa surra quase ceifou a vida dele, que teve um trauma na cabeça”, acrescentou.
De acordo com o delegado, a polícia chegou aos autores através das imagens do veículo, um Ford Ka azul, usado no dia do crime. “Os indivíduos que usavam esse carro eram investigados em Treze Tílias”, disse sobre a atuação do responsável pela delegacia daquele município, Evandro Henn da Silva, que conseguiu identificar os dois elementos. “No interrogatório eles afirmaram que Alan Jesus Rodrigues da Conceição, 20 anos, foi quem planejou o crime a mando da mulher”.
Magda negou à polícia qualquer participação no crime, no entanto, “as investigações apontaram que ela tinha ligação com Alan, que cobrava dívidas de clientes que não pagavam os veículos”, destacou o delegado.

As prisões

Alan foi o primeiro a ser preso na manhã desta quinta-feira em Treze Tílias. Ele chegou a resistir à prisão, mas foi contido pelos policiais. Na sequência Magda foi presa no escritório de sua revenda de automóveis, também no município de Treze Tílias. À tarde, os policiais cumpriram os outros dois mandados de prisão temporária, onde foram detidos em Salto Veloso os executores do crime: Marcelo Nerez e Fabiano Cardozo, ambos com 21 anos.

Quebra dos dados telefônicos 

O delegado pediu a quebra dos dados telefônicos que podem confirmar a ligação de Magda com Alan. “Os executores afirmam que no dia do crime ela ligava a todo instante pedindo para o Alan como estava o andamento”, disse Antônio Lucas, que aguarda os dados para fechar o ciclo.

Inquérito policial

O delegado informou que espera concluir as investigações em 10 dias, e já estuda a possibilidade de prorrogar as prisões por mais cinco dias. “Se ficar comprovado a participação dela, vou pedir a prisão preventiva”.

Motivação

Segundo a polícia, o casal possui históricos de desentendimentos, inclusive com registro de Boletins de Ocorrências. A vítima chegou a registrar que a mulher o ameaçava de morte.

Operação

A operação comandada pelo delegado Antônio Lucas Ferreira Pinto contou com a participação dos agentes Augusto e Jeferson da SIC (Setor de Investigação Criminal) de Joaçaba, Luciano e Telmo da SIC de Herval d´Oeste, Evandro de Treze Tílias, Paulinho e Rick de Água Doce, e Paulo de Salto Veloso.



CACO DA ROSA
Postar um comentário