Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 9 de outubro de 2016

Uva-do-Monte – Para Que Serve, Benefícios e Propriedades.

Uva-do-monte
lantas com propriedades medicinais existem aos montes, porém, isso não significa que você deva utilizá-las sem conhecê-las melhor. Muito pelo contrário, antes de consumir, é essencial saber o que é, para que serve, quais seus benefícios e propriedades e se ela é indicada para o seu caso.
Por isso, vamos falar abaixo sobre uma delas: a uva-do-monte. Então, vamos conhecer mais sobre essa planta medicinal? 

O que é a uva-do-monte?

A uva-do-monte é uma planta medicinal que dá origem à cranberry. Ela é originária da América do Norte, também conhecida pelo nome oxicoco, arando-vermelho, mirtilo-vermelho e airela.
Ela é composta por propriedades como fibras, ferro, proteínas, carboidratos, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco, vitamina A, vitamina C, vitamina E e vitamina K.
Bastante consumida nos Estados Unidos e na Europa, a uva-do-monte era utilizada por tribos indígenas como um medicamento e alimento, além de marcar presença em suas cerimônias.

Para que serve? Os benefícios da uva-do-monte 

Os seguintes benefícios são associados à cranberry:
  • Rica em vitamina C, com um teor três vezes maior que o da laranja;
  • Prevenção e combate à infecção urinária: a uva-do-monte atua impedindo a aderência de bactérias no canal urinário. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, apontou que o consumo diário do suco de cranberry evitou o aparecimento da doença em quatro entre 10 pessoas que sofriam constantemente com a condição;
  • Dotada de propriedades antifúngicas e antivirais que contribuem com o combate a problemas como resfriados e frieiras;
  • Há evidência de que os polifenóis, substâncias que possuem propriedades antioxidantes, que são encontrados na fruta, podem diminuir os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares ao prevenir o acúmulo de plaquetas e diminuir a pressão arterial por meio de efeitos anti-inflamatórios;
  • A uva-do-monte possui proantocianidinas, antioxidantes que podem auxiliar a saúde oral ao prevenir que bactérias se liguem aos dentes, segundo pesquisadores do Centro de Biologia Oral e Departamento Eastman de Odontologia do Centro Médico da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos;
  • Acredita-se também que a fruta pode contribuir com a prevenção de gengivite, de acordo com o site Medical News Today;
  • É uma fonte rica de antioxidantes, que combatem os radiciais livres, substâncias malignas que causam doenças como o câncer e atuam como promotoras do envelhecimento. É importante saber que o teor de antioxidantes do suco da fruta é menor do que a quantia encontrada na fruta fresca e na fruta desidratada;
  • Pesquisadores acreditam que a uva-do-monte pode oferecer proteção contra o câncer de mama, graças aos seus polifenóis;
  • A fruta ainda é dotada de propriedades anti-inflamatórias, o que pode ser benéfico em relação à artrite reumatoide e distúrbios digestivos e estomacais;
  • Combate a gastrite e úlceras: estudos apontam que a presença de proantocianidinas na composição da uva-do-monte fazem com que ela impeça a fixação de uma bactéria chamada Helicobacter pylori na mucosa estomacal. O resultado disso é que o surgimento de condições como gastrites e úlceras é evitado.

Como fazer suco de uva-do-monte com laranja e abacaxi 

Ingredientes:
  • 500 ml de água mineral;
  • 1 l de suco de cranberry (uva-do-monte);
  • 200 ml de suco de laranja;
  • ½ abacaxi descascado, higienizado e cortado em cubos.
Modo de preparo:
Juntar todos os ingredientes e levar ao liquidificador; Bater bem e servir-se.
No Brasil, geralmente encontra-se a uva-do-monte em forma de suco, porém, ela também pode ser consumida em forma de fruta fresca, fruta seca, calda e aparecer em receitas como smoothies, bolos, cupcakes, tortas e muffins.

Cuidados com a uva-do-monte 

Sua ingestão é considerada segura para a maioria das pessoas, desde que não ultrapasse o limite de consumo de 480 ml diariamente na forma de suco, quantidade apontada por estudos publicados no American Journal of Clinical Nutrition (Jornal Americano de Nutrição Clínica, tradução livre) e no The Journal of Nutrition (O Jornal da Nutrição, tradução livre).
Tomar uma quantidade elevada da bebida pode trazer efeitos colaterais como dor de estômago e diarreia leve.
Alguns sucos de cranberry devem ser evitados por pessoas que possuem diabetes pois eles contêm açúcar adicionado. Quem sofre com alergia à aspirina, também deve evitar o produto, pois o suco possui ácido salicílico, uma substância similar à aspirina.
A bebida feita a partir da uva-do-monte também é rica em oxalato, que ao ser combinado com cálcio, promove a formação de pedras nos rins. O suco pode aumentar os níveis de oxalato na urina em até 43%. Por isso, quem tem histórico de pedras nos rins deve ter cuidado com a uva-do-monte, evitando-a ou consultando o médico a respeito da quantidade de ingestão recomendada para o seu caso.
A cranberry também pode interagir com um medicamento chamado varfarina, que é utilizado para retardar a coagulação no sangue. A mistura do remédio e da fruta estende a permanência do medicamento no organismo, causando o aumento de risco de hematomas e sangramentos.
A uva-do-monte ainda diminui a velocidade pela qual o fígado metaboliza alguns remédios. Isso pode resultar no aumento do efeito esperado do medicamento e de seus efeitos colaterais. Daí a importância de consultar o médico quanto ao consumo da uva-do-monte caso esteja usando algum remédio.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Leia mais:
 http://www.mundoboaforma.com.br/uva-do-monte-para-que-serve-beneficios-e-propriedades/#VlqbgFXqi8SIVZ4R.99
Postar um comentário