Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 30 de agosto de 2015

Exercícios - Orações Subordinadas V

Exercícios - Orações Subordinadas V



O astrônomo
(Esopo)
Um astrônomo gostava de fazer passeios noturnos para olhar as estrelas. Certa vez ia tão distraído que caiu num poço. Enquanto tentava sair, seus gritos de socorro atraíram a atenção de um homem que passava. Ao ser informado do que havia acontecido, o homem riu e disse:
— Meu bom amigo, tanto o senhor se esforçou para olhar o céu que não se lembrou de olhar o que tem debaixo dos pés!

Moral: É fácil deixar de ver o óbvio.

1) Qual dos ditados populares a seguir transmite o ensinamento do texto?
(  ) Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.
(  ) Quem olha muito para longe, não vê o que está perto.
(  ) A sorte de uns é o azar de outros.
(  ) A ocasião faz o ladrão.

2) No período “Um astrônomo gostava de fazer passeios noturnos...”, a oração em destaque completa do sentido do verbo “gostava”, ligando-se a ele por meio de uma preposição (de). Logo, essa oração é subordinada substantiva:
(  ) subjetiva                (  ) objetiva direta                   (  ) completiva nominal
(  ) predicativa             (  ) objetiva indireta                (  ) apositiva

3) No período “Um astrônomo gostava de fazer passeios noturnos para olhar as estrelas”, a oração em destaque serve para indicar o objetivo do fato da oração principal. Sendo assim, essa oração é subordinada adverbial:
(  ) Causal    (  ) Proporcional   (  ) Temporal      (   ) Final

4) Em “Ia tão distraído que caiu num poço” e “tanto o senhor se esforçou para olhar o céu que não se lembrou de olhar o que tem debaixo dos pés.”, as orações em destaque servem para indicar a consequência dos fatos da oração principal. Logo, classificam-se como subordinadas adverbiais:
(  ) Temporais    (  ) Concessivas     (  ) Consecutivas    (  ) Condicionais

5) A oração “Enquanto tentava sair, seus gritos de socorro atraíram a atenção de um homem...”, a oração em destaque serve para informar o momento em que aconteceu o fato da oração principal. Portanto, classifica-se como subordinada adverbial:
(  ) Comparativa    (  ) Temporal      (  ) Final         (  ) Conformativa

6) Em “... seus gritos de socorro atraíram a atenção de um homem que passava”, a oração em destaque tem função de adjetivo, caracterizando a palavra “homem”, esclarecendo que se refere especificamente ao homem que passava. Dessa forma, a oração em destaque é subordinada adjetiva:
( ) restritiva                            ( ) explicativa



Respostas:
1)  Quem olha muito para longe, não vê o que está perto.
2) objetiva indireta
3) final
4) consecutivas
5) temporal
6) restritiva

http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br/2013/06/exercicios-oracoes-subordinadas-iv.html
Postar um comentário