Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 31 de maio de 2015

Em jogo fraco, Inter fica no 0 a 0 com São Paulo

Partida no Beira-Rio teve poucas oportunidades de gol
Inter ficou no 0 a 0 com o São Paulo 


Foto: Mauro Scheffer 

O Inter ficou no 0 a 0 com o São Paulo na tarde deste domingo no Beira-Rio pelo Brasileirão. Com seis desfalques em relação ao time que venceu o Santa Fe pela Libertadores, o Colorado teve muita dificuldade para criar ao longo dos 90 minutos. Com o empate, o time de Diego Aguirre fica com apenas cinco pontos em quatro rodadas. O São Paulo tem sete. 

Na próxima quinta-feira, às 21h, o Inter vai ao Allianz Arena enfrentar o Palmeiras pela quinta rodada. Para este jogo Aguirre deve contar com os retornos de Juan, Valdivia e Nilmar. Já o São Paulo tem clássico contra o Santos na quarta, às 19h30min, no Morumbi.

O jogo

O São Paulo iniciou a partida com uma marcação forte no campo de ataque e dificultou as ações do Inter nos primeiros minutos. Com Anderson como volante, Aguirre manteve o 4-2-3-1 com Alex aberto na direita, Taiberson na esquerda e Vitinho centralizado próximo a Lisandro. 

Aos poucos, o Colorado foi saindo da marcação do Sâo Paulo e passou a ter o domínio territorial da partida. No entanto, o time teve muita dificuldade para finalizar contra o gol de Rogério Ceni na primeira etapa.

Com o crescimento do Inter a partir dos 10 do primeiro tempo, o São Paulo passou a se posicionar atrás da linha da bola apostando na saída rápida pelos lados. Assim, o time paulista ameaçou o gol de Alisson. 

O time de Diego Aguirre, apesar da maior posse de bola, só chegou com perigo aos 30 minutos em cruzamento de Geferson que encontrou Lisandro López na área. O argentino finalizou de primeira, mas mandou para fora no que foi a única chance criada pelo Inter na etapa inicial. 

A estratégia do São Paulo de esperar e sair nos erros do Inter quase foi premiada com gol aos 41 minutos. MIchel Bastos procurou o contra-ataque e serviu Alexandre Pato. O ex-atacante colorado dominou e finalizou para defesa de Alisson. Aos 43, a melhor oportunidade da partida. Após escanteio, Pato ficou com a bola e cruzou para Luís Fabiano, que ganhou da defesa e cabeceou acertando o travessão. No rebote, Alisson apareceu para fazer a defesa e salvar o Inter. Final de primeiro tempo: Inter 0 x 0 São Paulo.

O Inter voltou ao segundo tempo com Paulão no lugar de Réver, que sentiu lesão na coxa. E a partida seguiu o panorama do primeiro com o Inter tendo a iniciativia e o São Paulo apostando nas jogadas rápidas. Em uma delas, aos 8, Luís Fabiano pegou de primeira após um cruzamento e mandou perto da trave direita de Alisson.

Aos 14, o Inter teve sua grande chance para marcar. Após cruzamento para a área, Alan Costa escotou para LIsandro López, que cabeceou por cobertura e Rogério Ceni fez uma grande defesa para evitar o gol colorado. O lance animou o Inter, que chegou novamente com perigo aos 19 em chute de Vitinho, que novamente Ceni defendeu. Na jogada, Vitinho sentiu dores e teve que sair. Nilton entrou. Com isso, Anderson foi adiantado.

A resposta de Milton Cruz à mudança de Aguirre foi mexer na dupla de ataque. Luís Fabiano e Alexandre Pato deixaram o campo para as entradas de Centurión e João Paulo. Com isso, o São Paulo passou a ter mais velocidade para a o contra-ataque. O Inter, com Anderson e Alex, tinha a posse de bola, mas encontrava dificuldade
na transição ofensiva, que perdeu velocidade com a saída de Vitinho.

Vendo esse problema no time, Aguirre botou Alisson Farias no lugar de Taiberson, de atuação apagada, aos 33. E a mudança quase deu resultado aos 36, quando Alisson Farias bateu escanteio na cabeça de Alan Costa, que subiu mais alto que a defesa do São Paulo e mandou raspando o poste esquerdo. 

O Inter seguiu procurando o gol e encontrando dificuldades. Aos 45, Anderson foi derrubado por Reinaldo na entrada da área. O lateral são-paulino levou o segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança, Alex mandou a bola no ângulo e obrigou Rogério Ceni a faz uma grande defesa para garantir o 0 a 0, placar final da partida. 




C do Povo
Postar um comentário