Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

terça-feira, 28 de julho de 2015

Hábitos irregulares de sono podem favorecer aparecimento de câncer, indica pesquisa

Hábitos irregulares de sono podem favorecer aparecimento de câncer, indica pesquisa

Estudo realizado com ratos associou doença à inversão de turnos no trabalho

Hábitos irregulares de sono podem favorecer aparecimento de câncer, indica pesquisa Shutterstock/Shutterstock
 
Foto: Shutterstock / Shutterstock
 
 
Ao mesmo tempo em que dormir pouco está associado a riscos para a saúde física, mental e psicológica, dormir demais também pode resultar em problemas como maior risco de AVC e prejuízos na memória, por exemplo. Mas a falta de equilíbrio entre menos e mais pode aumentar até mesmo a nossa tendência de desenvolver câncer.
É o que apontou um estudo publicado na revista científica Current Biology. Pesquisadores holandeses realizaram experiências com ratos de laboratórios e demonstraram que os animais que dormiram em turnos invertidos àqueles que estavam acostumados, por exemplo, tiveram mais tendência ao câncer de mama. Normalmente, eles apresentavam tumores após 50 semanas. Quando o sono se tornou irregular, os tumores apareceram oito semanas mais cedo.

Além disso, a pesquisa concluiu que os animais que dormiam em horários irregulares eram cerca de 20% mais pesados em comparação aos outros, mesmo consumindo a mesma quantidade de alimento.
Levantamentos anteriores já haviam comprovado que o risco de doenças como o câncer de mama é maior para pessoas que trabalhavam em turnos invertidos. Uma das causas seria a interrupção do ciclo circadiano, que regula padrões de dia e noite no nosso organismo. Entretanto, essa relação também pode ser associada a outros fatores como classe social e níveis de atividades no dia a dia.
Apesar de ser difícil interpretar as consequências para o ser humano, os autores estimam que o efeito de noites mal dormidas pode ser equivalente a ter 10 quilos a mais ou a um risco aumentado de câncer. Entretanto, a equipe ressalta que ainda é preciso fazer mais estudos com humanos para se obter resultados que sustentam essas afirmações.


DIÁRIO GAÚCHO 
Postar um comentário