Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 21 de agosto de 2016

As 10 melhores profissões para quem quer mudar o mundo

As 10 melhores profissões para quem quer mudar o mundo

Todo emprego pode significar mais do que apenas ganhar um bom salário ou crescer profissionalmente.

Um ranking divulgado pela empresa de recursos humanos PayScale traz as 10 melhores profissões para quem quer mudar o mundo, de acordo com os próprios trabalhadores dessas áreas.

A lista é classificada de acordo com o percentual de profissionais que acredita que o próprio trabalho pode melhorar o mundo.

Em algumas áreas, essa opinião é compartilhada por 100% das pessoas pesquisadas.

O ranking também traz a média de rendimentos anual e a formação necessária de cada carreira nos Estados Unidos.

Veja quais são os profissionais que afirmam ter condições de mudar o mundo com o seu trabalho.

1º: Cirurgião ortopédico
A pesquisa mostra que 100% dos cirurgiões ortopédicos acreditam que o seu trabalho é importante e pode mudar o mundo. Com ganho médio anual de US$ 337,8 mil, a profissão exige doutorado.

2º: Chefe de polícia
Assim como os cirurgiões ortopédicos, 100% dos chefes de polícia dizem que o seu trabalho pode tornar o mundo melhor. Em compensação, eles têm uma média de rendimentos de US$ 63,1 mil por ano em uma profissão que exige ensino médio e, em algumas áreas, bacharelado.

3º: Diretor de escola primária
Com ganho médio de US$ 80 mil ao ano, 98% dos diretores de escola primária acreditam que seu trabalho muda o mundo. É exigido mestrado desses profissionais.

4º: Pastor sênior
98% desses profissionais avaliam que seu trabalho muda o mundo. Ganham por ano US$ 56,4 mil em média e normalmente têm o mestrado exigido.

5º: Diretor-executivo de ONG
95% dos diretores-financeiros de ONG acreditam que podem mudar o mundo com seus cargos. Com bacharelado exigido, ganham US$ 61 mil ao ano, em média.

6º: Capitão dos Bombeiros
Nessa carreira, 94% dos profissionais acreditam que seu trabalho muda o mundo. Recebem em média US$ 60,2 mil anuais e têm o ensino médio exigido, além de programas de treinamento intensivo.

7º: Quiroprático
Com exigência de doutorado ou certificado profissional, o quiroprático, profissional que cuida da coluna dos pacientes, tem um rendimento anual de US$ 59,5 mil. Nessa área, 94% dos profissionais dizem que seu trabalho é de grande importância para mudar o mundo.

8º: Analista de comportamento
94% dos profissionais dessa área afirmam que podem tornar o mundo melhor com o seu trabalho. Têm rendimento anual de US$ 56,4 mil e precisam ter mestrado ou até doutorado para exercer a profissão.

9º: Diretor de gestão de programas em recursos humanos
Com exigência de bacharelado, os profissionais dessa área ganham US$ 53,6 mil ao ano, em média. 94% deles acreditam que podem mudar o mundo com o trabalho.

10º: Enfermeira com especialização em parto
Dentre os profissionais dessa área, 93% acreditam que seu trabalho pode mudar o mundo. Precisam de especialização para exercer a profissão e ganham em média US$ 87,7 mil ao ano.

Fonte: Exame.com
Postar um comentário