Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Toyota do Brasil: "crise não nos afeta, não demitiremos e não reduziremos a produção"

A Toyota do Brasil vive em uma espécie de eldorado no mercado brasileiro. Enquanto as demais montadoras - com exceção da Honda e Hyundai - reduzem produção, demitem e colocam funcionários em férias coletivas, a gigante japonesa continua a operar suas fábricas acima de sua capacidade máxima. Tanto na fábrica de Sorocaba, que produz o Etios, quanto na de Indaiatuba, que fabrica o Corolla, em funcionários estão trabalhando com duas horas extras, atuando em dois turnos (manhã e tarde). 


Segundo a assessoria de imprensa da empresa, "a crise que afeta a indústria automobilística nacional este ano não tem reflexos sobre a Toyota, ou seja, a empresa não demitirá e nem reduzirá produção".


No caso da fábrica de Sorocaba, que produz o Etios, a partir de 2016, o nível de produção passará dos 74 mil veículos produzidos por ano para 108 mil, de modo a atender a demanda crescente pelo Etios no Brasil e demais países da América Latina para os quais o modelo é exportado.


Ainda em 2016 começa a operar em Porto Feliz (SP) uma nova fábrica que fornecerá motores 1.3L e 1.5L para o Etios. 


A Toyota tem um sistema de produção baseado em nível de estoque zero, o que exige um estreito gerenciamento entre demanda, produção e vendas.

Fábrica de São Bernardo do Campo - terceiro turno

Tendo em vista a ampliação de produção nas unidades de Indaiatuba e Sorocaba, a planta da empresa em São Bernardo do Campo, que fornece componentes para os modelos nacionais e americanos, passou a operar um terceiro turno de produção.

Postar um comentário