Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 1 de novembro de 2015

Novos naufrágios no Mar Egeu deixam mortos, incluindo crianças




Pelo menos 15 migrantes morreram, entre eles seis crianças. 
Embarcações afundaram perto das ilhas gregas de Samos e Agasthonissi. 
Dois novos naufrágios ocorreram neste domingo (1º) no Mar Egeu, ao largo das ilhas gregas de Samos e Agasthonissi, causando a morte de ao menos 15 migrantes, incluindo seis crianças. 

O primeiro naufrágio ocorreu a 20 metros da costa de Galazio de Samos, quando uma embarcação de seis metros de comprimento naufragou. 

Dez pessoas, incluindo quatro bebês e duas crianças, foram encontradas mortas por afogamento na cabine do barco, proveniente da costa turca. 

O corpo de uma menina também foi encontrado na costa de Galazio de Samos. 
Quinze pessoas sobreviveram ao naufrágio, enquanto pelo menos dois migrantes foram dados como desaparecidos, segundo a Guarda Costeira grega. 

Além disso, um barco da Frontex, a agência de monitoramento das fronteiras da Europa, que navegava ao largo da ilhota de Farmakonnisi, perto de Samos, recuperou neste domingo dois corpos, enquanto três migrantes foram transferidos com segurança para Samos. 
De acordo com suas declarações, a embarcação em que estavam, junto com outras 15 pessoas, naufragou em águas turcas. 
As autoridades gregas, assim como a Guarda Costeira turca, "continuam com as buscas na área para encontrar os migrantes desaparecidos neste naufrágio, que provavelmente ocorreu ao largo da costa da Turquia", informou à AFP uma funcionária da assessoria de imprensa da polícia portuária grega. 

Estes novos incidentes somam-se a uma dúzia de naufrágios que ocorreram desde segunda-feira ao largo da ilha grega de Lesbos, no noroeste do Mar Egeu, e Rhodes Kalymnos, localizada no sudeste do mar que separa a Grécia da Turquia, e que fizeram cerca de sessenta vítimas, incluindo mais da metade delas crianças. 
Com a chegada do mau tempo e a pressa dos refugiados, principalmente sírios, de tentar antecipar o fechamento contínuo das fronteiras europeias, o número de vítimas encontradas em águas gregas do Mar Egeu subiu para mais de 80, em sua maioria crianças, no mês de outubro, de acordo com um relatório elaborado pela AFP.

Fonte: G1
Postar um comentário