Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

terça-feira, 21 de julho de 2015

5 maneiras surpreendentes de se livrar do mau hálito

Ninguém gosta de mau hálito. A boa notícia é que existem formas relativamente simples de cuidar desse problema.


Segundo o otorrinolaringologista americano Dr. Jeffrey Spiegel, grande parte do tempo, o mau hálito vem dos gases produzidos por bactérias que se acumulam na boca, na gengiva, nos dentes e na língua. Esses gases contêm enxofre, que lhes dão um cheiro fedido.


Uma maneira simples e óbvia de tratar essa condição é escovar os dentes e passar fio dental. Raspadores de língua também podem ajudar a remover bactérias que se acumulam na parte de trás da boca. No entanto, se só isso não adianta para você…


Cinco outras formas de combater o mau hálito:


1. Visite seu dentista
Se você tiver mau hálito persistente, é melhor visitar seu dentista, sugere Chetan Kaher, dentista em Londres. Uma vez que certos tipos de bactérias se estabelecem em seus dentes, podem formar uma placa que tem de ser fisicamente removida por profissionais.
O mau hálito pode vir dessas placas, ou de cáries criadas pelas placas, que apodrecem os dentes. É melhor descartar essas possibilidades marcando um horário para checar a saúde bucal.


2. O problema pode estar no seu nariz
Outra das principais causas do mau hálito são as secreções fedidas de suas passagens nasais. Infecções do seio nasal ou a presença de bactérias nas cavidades nasais podem emitir odores nocivos.
Fazer uma lavagem nasal salina pode ajudar a aliviar este problema. Se ele persistir, é melhor ver um especialista em ouvido, nariz e garganta, ou seja, um otorrinolaringologista.


3. Pedras nas amígdalas
As amígdalas – bolhas de tecido linfático na parte de trás da garganta – não são exatamente bolinhas suaves. Em vez disso, se parecem mais com ameixas secas, com fendas onde as bactérias podem se acumular. Ocasionalmente, se micróbios e detritos suficientes se amontoam ali, podem formar pedras da amígdala. Ambos Kaher e Spiegel afirmam que isso pode contribuir para a halitose.
As pedras podem ser removidas usando um dispositivo chamado Waterpik, que esguicha água pressurizada nas amígdalas. Em casos mais graves, é preciso remover as próprias amígdalas.


4. Preste atenção a sua dieta
Alimentos como alho e cebola podem causar mau hálito, e não apenas porque restos se acumulam em sua boca. No caso de alho, por exemplo, produtos químicos liberados pela comida são absorvidos pelas células de sangue e expelidos através dos pulmões.
Segundo Spiegel, isso faz sua respiração cheirar mal, não apenas sua boca. Não há nada que possamos fazer, “exceto esperar passar, mascarar o hálito ruim com balas ou bochechos ou evitar a comida”.


5. O problema também pode estar no seu estômago
Se nenhuma das opções acima melhorou seu mau hálito, é uma boa ideia checar se você possui problemas de estômago que estão interferindo.
A principal forma como o estômago pode causar mau hálito é através de refluxo ácido, uma condição na qual ácido e outros conteúdos do seu estômago vazam para fora do órgão até o esôfago. Esse problema pode ser tratado com antiácidos e outros medicamentos. [LiveScience]


Postar um comentário