Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

sábado, 31 de outubro de 2015

Veja a evolução do novo Honda Civic. Novo sedã quer repetir feito do 'New Civic' que atraiu até clientes que não compravam esse tipo de carro

Veja a evolução do novo Honda Civic.
Novo sedã quer repetir feito do 'New Civic' que atraiu até clientes que não compravam esse tipo de carro
Texto:
Divulgação
Honda Civic 2016
Quando foi apresentado, em 2006, o New Civic chamou atenção de muita gente pelo seu visual bastante moderno para a época e virou um sucesso de vendas imediato. Quando seu sucessor chegou, em 2012, já não tinha o mesmo carisma. No ano que vem, no entanto, o modelo da Honda pode voltar a ser admirado nas ruas. A nova geração, revelada em primeira mão nos Estados Unidos, foi bem recebida pelo público e crítica e chegará ao Brasil no segundo semestre de 2016.
Agora, um mês após ter sido apresentado, a Honda divulgou uma série de imagens e informações sobre seu modelo mais vendido no mundo. Sob todos os ângulos, o sedã traz linhas mais arrojadas, em especial na dianteira, com grade proeminente, faróis espichados de LED e para-choques robustos. As laterais apresentam vincos marcantes e destaca o forte caimento do teto na parte traseira, dando ares de fastback. Já na traseira, há lanternas ao estilo bumerangue.
Por dentro, o Honda Civic vai na contramão das duas últimas gerações e apresenta um painel com formas mais convencionais, deixando de lado os instrumentos posicionados em dois andares para privilegiar a ergonomia e visibilidade. No acabamento, o automóvel mistura detalhes emborrachados, couro e alumínio. Nos Estados Unidos, o sedã será oferecido nas versões LX, EX, EX-T, EX-L e Touring, com preço inicial de US$ 19.475 (o equivalente a R$ 76 mil, numa conversão direta).

Motores evoluídos

A Honda, enfim, revelou os números de desempenho da versão americana. E eles impressionam não só pela força, mas também pela economia. A variante mais em conta do Honda é equipada com um motor 2.0 litros de quatro cilindros a gasolina, capaz de entregar 160 cavalos, associado a uma transmissão manual de seis marchas. Como opcional, o sedã dispõe da transmissão automática CVT (Continuously Variable Transmission), que equipa os demais modelos da linha. Segundo dados da marca, com este bloco, o carro entrega consumo de 11,5 km/l na cidade, 17 km/l na estrada e 13,2 km/ no ciclo combinado.
Divulgação

Desde 2007, o Civic não tem uma geração tão esportiva

A grande novidade, porém, é o novo propulsor 1.5 litro turbo i-VTEC, que desenvolve 176 cavalos de potência, disponível nas versões EX-T, que custa a partir de US$ 22.200, EX-L, com preço inicial de US$ 23.700, e Touring, por US$ 26.500. O consumo do modelo turbo é de 11,5 km/l na cidade, 17,8 km/l na estrada e 13,2 km/l no ciclo combinado.
Nos equipamentos de série, o Honda Civic LX dispõe de sistema de som com Bluetooth, câmera de ré e freio de estacionamento elétrico. Já o EX, por US$ 21.040, acrescenta itens como sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 7 polegadas, Apple CarPlay e Android Auto, abertura das portas e partida do motor sem chave, teto solar elétrico, alerta de saída de faixa, entre outros.

O Civic EX-T acrescenta faróis de neblina, rádio por satélite e ar-condicionado automático de duas zonas. O EX-L, por sua vez, oferece banco do motorista com regulagens elétricas e bancos em couro. Como opcional, por US$ 1 mil, há o pacote Honda Sensing com alerta de risco de colisão, controle de cruzeiro adaptativo e assistente de manutenção de faixa. 

Por fim, o Touring, por US$ 26.500, acrescenta faróis de LED, itens do pacote Sensing, banco do passageiro da frente com ajustes elétricos, sistema de som premium, navegador GPS, entre outros.

Ainda não se sabe o que virá de fato no novo Civic nacional, mas é provável que o carro receba todos os itens, senão os principais aqui, afinal no Brasil o sedã médio é considerado um carro quase premium, ao contrário dos americanos, que o encaram com um produto de entrada e para casais jovens, por exemplo.

http://carros.ig.com.br/especiais/conheca+mais+detalhes+do+novo+civic+2017/9059.html
Postar um comentário