Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 14 de junho de 2015

Para ministro da Saúde, CPMF deve incidir sobre mais ricos


Retorno do imposto do cheque para financiar a saúde é uma das propostas defendidas no 5º Congresso do PT. 

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse nesta sexta-feira que a volta da Contribuição sobre Movimentações Financeiras (CPMF), se aprovada pelo Congresso Nacional, não deve incidir sobre a classe média. 

O retorno do imposto do cheque (CPMF) para financiar a saúde é uma das propostas defendidas no 5º Congresso do PT, que está sendo realizado em Salvador. 

— A ideia é tirar da cobrança amplos setores da classe média — afirmou Chioro, ao indicar que o imposto deve incidir sobre os mais ricos. 

— Não vai mais ter CPMF do jeito que era — acrescentou. 

Embora o governo queira se aproximar da classe média, Chioro negou que a estratégia de tributação esteja sendo planejada com esse objetivo e disse estar conversando com todos os governadores sobre formas de sustentar o Sistema Único de Saúde (SUS). 

— Sou ministro da saúde do Brasil, e não do PT — afirmou Chioro. 

Antônio Carlos Macedo: "Contribuinte gaúcho paga por algo que não recebe" 

Questionado sobre a decisão do PT de incluir a defesa da CPMF na Carta de Salvador, documento com as resoluções finais do Congresso petista, Chioro disse concordar com a iniciativa. 

— Acho importante porque sinaliza um debate para o Congresso Nacional — afirmou o ministro da Saúde. 

— Fico satisfeito porque estamos tomando a dianteira nesse debate. 

Chioro descarta uso de vacina contra a dengue para o próximo verão 

Conhecida como "imposto do cheque", a CPMF foi extinta em 2007, no governo Lula. A derrubada do imposto foi considerada como uma das maiores derrotas do governo à época. 


Fonte: DIÁRIO CATARINENSE
Postar um comentário