Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 14 de junho de 2015

Rúcula traz benefícios para o coração e combate o câncer

Todas as verduras são saudáveis, mas a rúcula se destaca por ser uma rica fonte de vitaminas e minerais. Em comparação com a alface, por exemplo, ela contém cerca de oito vezes mais cálcio, cinco vezes mais vitaminas A, C e K, e quatro vezes mais ferro. A escolha é fácil: uma salada de rúcula faz você uma pessoa mais saudável. 

Adicionar a rúcula ao cardápio contribui para o combate a doenças cardiovasculares. Foto: iStock, Getty Images 

Nutrientes encontrados na rúcula 
A rúcula é um membro da família dos crucíferos, gênero que compreende alguns dos alimentos mais saudáveis ​​do mundo, incluindo brócolis e couve. Portanto, não é de estranhar que este vegetal tenha uma riqueza de benefícios à saúde. 

Devido aos altos níveis de ácido fólico e antioxidantes, como a vitamina C, K e A, ela é eficaz contra os radicais livres. É rica em carotenóides, assim como muitos outros minerais, como potássio, manganês, ferro e cálcio, que são elementos benéficos para a saúde. 

O consumo de dois copos deste vegetal fornece 20% da vitamina A, 50% da vitamina K e 8% da vitamina C, do ácido fólico e do cálcio que uma pessoa precisa diariamente. 

Benefícios para a saúde com o consumo de rúcula 
Câncer 
Durante os últimos 30 anos, comer quantidades elevadas de vegetais crucíferos tem sido associado a um risco menor de câncer. Estudos têm sugerido que os compostos contendo sulforafano, que dão aos vegetais crucíferos seu sabor amargo, são fundamentais no combate ao câncer. 

Recentes pesquisas têm apontado, agora, que o sulforafano é capaz de retardar ou impedir principalmente o melanoma e os cânceres de esôfago, próstata e pâncreas. Os estudiosos têm concluído que o composto pode inibir a progressão de células cancerígenas. 

Além disso, conforme um levantamento publicado no Nutrition Journal, em 2004, a clorofila presente na rúcula, quando em temperatura elevada, é eficaz para bloquear os efeitos do câncer. 

Osteoporose 

A baixa ingestão de vitamina K é associada ao maior risco de fratura óssea. Portanto, seu consumo adequado melhora a saúde óssea. A vitamina K age como um modificador de proteínas da matriz óssea, melhorando a absorção de cálcio e reduzindo a excreção urinária desse mineral. 

A rúcula também contribui para a sua necessidade diária de cálcio, proporcionando 64 mg em 2 xícaras. 

Diabetes 

As folhas verdes contêm um antioxidante conhecido como o ácido alfa-lipoico, que pode reduzir os níveis de glicose, aumentar a sensibilidade à insulina e impedir alterações oxidativas induzidas pelo estresse em pacientes com diabetes. 

Coração 

Rica em vitaminas C e K, a rúcula também fornecer benefícios significativos para as pessoas que buscam reduzir o risco de doença cardíaca ou outras doenças cardiovasculares. 

Um estudo publicado no Journal of American College of Nutrition descobriu que as pessoas que consomem um suplemento diário de vitamina C apresentam, dentro de dois meses, uma queda de 24% em seus níveis de PCR. Especialistas acreditam que os níveis de PCR de uma pessoa são uma medida mais precisa do que os níveis de colesterol quanto ao risco de doença cardíaca nas pessoas. 

Por outro lado, a vitamina K melhora a saúde cardiovascular porque estimula que o cálcio vá para os ossos – e não para as artérias.

Fonte: Claudério Augusto
Postar um comentário