Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 14 de junho de 2015

Próxima novela das seis terá a cara da Serra Gaúcha --Entre maio e junho, equipes da Globo gravaram em cidades como São José dos Ausentes e Garibaldi

Alinne Moraes e Rafael Cardoso recebem as orientações do diretor de núcleo Rogério Gomes (o Papinha) 

Foto: Estevam Avellar / TV Globo

Siliane Vieira

A novela das 18h que o Brasil verá a partir do dia 13 de julho terá um pouco da cara da Serra Gaúcha. Além do Tempo, trama escrita por Elizabeth Jhin, trata do universo da produção da uva e do vinho. Na quinta-feira da semana passada, equipes estiveram retratando uma festa da colheita da fruta no interior de Gabribaldi, com a participação do casal protagonista da novela: Alinne Moraes e Rafael Cardoso. A história se passa no século 19 e faz relação com a chegada dos italianos na Serra — fato histórico que completa 140 anos em 2015.

Na cena, Lívia (Alinne) e Rita (Daniela Fontan) fogem do convento onde vivem para curtir um momento de liberdade na festa. Quando a mocinha interpretada por Alinne sai do tanque onde se divertia amassando uvas com os pés, quase cai e é amparada por Conde Felipe (Rafael Cardoso). É um reencontro entre eles. Rola um clima de paixão no ar e o capítulo (que será o quarto da trama) termina com aquela clássica troca de olhares. As cenas foram gravadas na propriedade de Luiz Henrique Fitarelli, que coleciona artigos históricos há mais de 40 anos e pretende construir um museu etnográfico da imigração italiana no lugar.

Na história, Felipe é um rico fazendeiro que investe no setor vitivinícola e é noivo da ardilosa Melissa, papel de Paolla Oliveira. Ele volta à fictícia cidade de Campobello para acompanhar a tia, a Condessa Vitória (Irene Ravache) — companheira de vilanias de Melissa. O porto-alegrense Rafael Cardoso nem estava cotado para o papel por recém ter deixado a trama de Império, última novela das nove, na qual interpretava o chef de cozinha Vicente. Mas, assim que soube da história, revelou seu interesse ao diretor Papinha e abocanhou logo o protagonista.

— É muito legal estar contando a história do nosso povo, é a minha raiz, tá no meu sangue. Está sendo muito nostálgico, hoje estava aqui nessa casa toda de madeira, e eu nasci numa casa assim lá em Porto Alegre, onde fiquei até meus quatro anos. É uma lembrança também dessa coisa do campo — comenta o ator, que é apaixonado por cavalos e dono de verdade das duas éguas que carregam o Conde Felipe em Além do Tempo. 

Além de Garibaldi, a equipe da novela passou três semanas em São José dos Ausentes, também na Serra. Lá foram gravadas as cenas externas da cidade fictícia de Campobello, com a participação de Paolla Oliveira. Outros registros foram feitos no interior de Bento Gonçalves, mas em fevereiro, justamente na época da colheita da uva. Apenas figurantes participaram dessa etapa. A equipe de Além do Tempo já voltou ao Rio de Janeiro, e a novela terá continuidade nos estúdios do Projac.

Lívia e Felipe viverão um amor impossível no século 19. No meio da novela, a história vai dar um pulo de 150 anos e passará aos dias atuais. Porém, os mesmos personagens, inclusive com os mesmos nomes, vão se reencontrar e ter uma segunda chance de resolver questões que ficaram inacabadas no passado. O universo da uva e do vinho estará presente em ambos momentos, fazendo relação com o que se planta e o que se colhe na vida.

A segunda parte da novela não deve ser gravada no sul. 

ZERO HORA
Postar um comentário