Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 4 de outubro de 2015

cágado

cágado

substantivo masculino
  1. 1.
    herp B design. comum a diversos quelônios de água doce, onívoros, pertencentes à fam. dos quelídeos, encontrados esp. em rios e lagoas rasas, de pescoço ger. longo e carapaça chata; acangapara, ajapá.
  2. 2.
    herp design. comum a diversas spp. de quelônios anfíbios, da fam. dos emidídeos, esp. aqueles dos gên. Emys eClemmys ; sapo-concho.

cágado

O seu nome deriva da cor levemente escura das fezes do próprio animal. Numa rápida definição, são tartarugas de água doce.
Esta família é constituída por mais ou menos 40 espécies classificadas em 11 gêneros distribuídos pela Austrália, Nova Guiné e América do Sul. Existem cágados espalhados por todo o mundo: continente americano, africano, asiático e europeu.
Em Portugal, este termo cágado é utilizado só para as 2 únicas espécies de tartarugas aquáticas nativas do país: o Cágado de Carapaça Estriada (Emys orbicularis)  e o Cágado Mediterrâneo (Mauremys leprosa), da família Emydidae. Assume o nome vulgar de Cágado-Mediterrânico ou Cágado-do-Mediterrâneo. Tem origem na Península Ibérica e no Norte de África.
Têm como habitat florestas, nas imediações de rios de curso lento, lagoas rasas e terrenos pantanosos. Divide o seu tempo entre a terra e a água. As zonas húmidas de águas paradas e de baixa corrente acolhem a sua preferência.
Também são denominados de angapara, cágado-d´água-doce, cangapara, sapo-concho e ajapá, na Bahia.

Os cágados possuem uma carapaça ovalada e de cor escura. Vive numa temperatura entre 0 e 35 °C.Editar ]
Descrição do Cágado

Tem uma esperança de vida de 35 anos e tem, de tamanho, entre 3 e 25 centímetros.
O Cágado Mediterrâneo encontra-se na Península Ibérica e Norte de África. Em Portugal, habita sobretudo a Sul, nas bacias hidrográficas do país (no Guadiana e Tejo), se bem que possa viver noutras zonas do país. Devido à ação nefasta do Homem, encontra-se em regressão, pela destruição de habitats e sua recolha ilegal para venda como animal de estimação.
O Cágado de Carapaça Estriada tem maior abrangência geográfica, até à Polónia, Norte de África e Ásia Ocidental. A sua população, em Portugal, é muito rara e reduzida e, mesmo, ameaçada de extinção.

Editar ]
Alimentação do Cágado

A grande parte das espécies deste grupo é carnívora, havendo também espécies omnívoras. Alimenta-se de vermes, moluscos, pequenos peixes, aves, vegetais, fruta caída das árvores, crustáceos e insetos. Alimenta-se, geralmente, dentro de água.

Editar ]
Reprodução do Cágado

Em maio ou junho, a fêmea põe cerca de 15 ovos, numa cova que escava na terra. A postura feita, tapa bem a cova (os ovos são muito sensíveis).
Em outubro ou novembro nascem as crias, com cerca de 3,5 centímetros e com carapaça mole.

Editar ]
Espécie Ameaçada de Extinção em Portugal

As duas espécies autóctones estão protegidas por lei, sendo proibida a sua manutenção, captura ou comercialização, para garantir a sua sobrevivência e reprodução. Mesmo assim, a população de cágados tem vindo a diminuir.
Ameaças à sobrevivência dos cágados em território português são:
– destruição do seu habitat pelas alterações dos cursos de água, práticas agrícolas, destruição da vegetação, poluição, …,
– capturas para ser animal de estimação ou como iguaria gastronómica;
– mortalidade provocada por redes de pesca;
– falta de consciência cívica da população que deve entregar o animal às autoridades competentes, se o encontrar ferido ou fora dos seu ambiente natural mais propício;
- See more at: http://www.opusculo.com/pt/cagado/#sthash.ZoJyPnZj.dpuf
Postar um comentário