Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 21 de junho de 2015

Preços de serviços de telecomunicação podem subir até 20%

Um estudo feito pela Anatel sugere que caso o governo aumente em 189% o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), consumidores poderão ver um aumento de até 20% nos preços de serviços de telefonia e internet.

Segundo o Valor Econômico, a circulação de informações sobre o aumento da Fistel motivou uma reunião dos líderes da Vivo, Oi, Tim, Embratel e Algar com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoni, e o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende.

Na reunião, os representantes das telecoms afirmaram que o aumento poderia levar ao aumento de preços, que por sua vez levaria à desconexão de cerca de 40 milhões de clientes (que não poderiam pagar os preços maiores).

O Fistel é um fundo de dinheiro formado pela arrecadaão da Taxa de Fiscalização de Instalação e a Taxa de Fiscalização de Funcionamento. As empresas de telecomunicação pagam essas taxas ao governo, que por sua vez reverte o fundo em investimentos na infraestrutura de telecomunicações do país.

As empresas argumentam, entretanto, que dos R$ 84 bilhões arrecadados pelo Fistel, o Fundo de Universalização dos Serviçoes de Telecomunicação (Fust) e o Fundo Tecnológico para o Desenvolvimento das Telecomunicações (Funtel), apenas 7% foi investido na área. 

O fundo, além disso, aumentaria o custo de funcionamento das empresas em R$ 5,5 bilhões, e reduziria o lucro das empresas de R$ 4,03 bilhões (total de 2014) para um prejuízo de R$ 1,5 bilhão. O ministério das Comunicações disse que esperará atingir um consenso entre as empresas e o governo antes de tomar decisões sobre o aumento.
http://www.valor.com.br/empresas/4098938/teles-pressionam-governo-contra-aumento-de-taxas
Postar um comentário