Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 24 de maio de 2015

Chapecoense segura ataque do Santos e vence o Peixe com gol de Apodi -- Goleiro Danilo também foi um dos destaques da partida



Apodi foi abraçado pelos colegas após o gol da vitória 

Foto: Sirli Freitas / especial


Darci Debona



O Santos campeão paulista, de Robinho e Cia, não foi páreo para a Chapecoense na Arena Condá. O Índio fisgou o "peixe" com um golaço de Apodi, marcado aos 21 minutos do primeiro tempo. Com o resultado a Chapecoense fica próximo do G4 do Campeonato Brasileiro, com seis pontos em três jogos.

Depois de dois jogos sem marcar gols fora de casa, nas derrotas para Sport, pela Copa do Brasil, e Corinthians, pelo Brasileirão, a Chapecoense mostrou que em sua aldeia tem muita força.

No primeiro tempo a equipe comandada pelo cacique Vinícius Eutrópio conseguiu segurar o ataque santista, que contava com jogadores renomados como Ricardo Oliveira e o Robinho, da seleção brasileira. A revelação Lucas Lima também teve poucas chances, se limitando a um chute por cima.

Já a Chapecoense começou insistindo em flechadas de fora da área, com Bruno Silva e Roger. Apodi foi o primeiro a invadir a área adversária e teve uma chance clara de gol aos 16 minutos, mas o goleiro Vladimir defendeu. Cinco minutos depois ele mostrou que aprendeu novas táticas com os índios mexicanos no tempo que atuou no Querétaro.

O lateral recebeu na direita, cortou para o meio e chutou de esquerda, alto, no canto de Vladimir, marcando um golaço.

Ainda no primeiro tempo Roger teve uma chance de ampliar, de cabeça. E o Santos desperdiçou duas boas chances. Uma no lado direito, quando Victor Ferraz chutou cruzado e Danilo defendeu. E outra no lado esquerdo, com Ricardo Oliveira recebendo livre dentro da área, mas chutando por cima. Alguma força Kaingang deve ter ajudado a desviar a bola.

No segundo tempo o Santos até tentou partir para cima mas a defesa da Chapecoense havia montado uma fortaleza. Tanto que vários jogadores do Santos, inclusive Robinho, se irritaram e levaram cartões amarelos.

Quando o ataque santista conseguiu romper a "fortaleza verde", o goleiro Danilo fez uma defesa sobrenatural, no chute de Robinho, quase na marca do pênalti. A defesa foi tão bonita e difícil que os torcedores começaram a gritar o nome do goleiro que tem um corte de cabelo à lá moicano.

Ele garantiu a vitória e os 100% em casa no Brasileirão, já que a Chapecoense já tinha derrotado o Coritiba na Arena Condá, na estreia.
O próximo confronto é contra a Ponte Preta, sábado, às 18h30min em Campinas.




DIÁRIO CATARINENSE
Postar um comentário