Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 7 de junho de 2015

ESCOLA: Fingir estar doente e faltar à aula

 

Fingir estar doente e faltar à aula


Você já deve ter visto que algumas criança têm resistência a idéia de ir para a escola. Algumas crianças vão de boa vontade ao local de ensino, já outras apresentam dificuldades em aceitar o fato de que precisa estudar. E é preciso estudar bem as causas dessa resistência, já que o seu filho pode começar a inventar maneiras de fugir da escola, como por exemplo, fingir que está doente.
Além de estar sempre atenta a situação de saúde do filho, a mãe deve prestar atenção se o stress da ida à escola não está deixando o seu filho realmente doente. Algumas vezes isso pode ser fingimento, mas outras vezes pode ser realidade e você precisa estar atenta para poder diferenciar as duas situações.
E não pense que é raro as crianças se fingirem de doentes para fugirem da escola. Você certamente ouvirá essa queixa de muitas outras mães. Geralmente esse comportamento é mais comum entre as crianças que tem entre cinco e dez anos. A criança não age assim todas as vezes por maldade ou por ser levada. A criança pode se sentir paralisada de uma tal maneira que só a segurança do lar a reconforte.
Se esse for o caso do seu filho, não se desespere já que os sintomas são muito fáceis de serem tratados e por vezes você nem precisa recorrer a ajuda de um profissional. Há casos em que esses sintomas são passageiros e geralmente aparecem no inicio da vida letiva da criança ou quando há mudança de escola ou de cidade.
As queixas mais comuns : dor de cabeça, dor de garganta, dor de barriga, enjôos, e dor de estômago.
Se esse for o caso do seu filho, insista para que ele vá a escola, mesmo que diga que está doente. Só assim ele poderá se acostumar a esse novo ambiente e poder sarar dos sintomas do medo de ir a escola. Você notará que a freqüência das queixas de doenças vão aos poucos desaparecendo.
As queixas mais comuns dos pais ouvirem é que as crianças estão com dor de cabeça, garganta ou enjoadas e com o estômago também dolorido. Esses sintomas  aparecem na hora que você os chama para ir ao colégio e desaparecem logo depois e voltam a surgir no dia seguinte. É muito comum a criança fazer manha exagerada e se negar a sair de casa.
Esses sintomas também podem aparecer depois de um longo período de convivência da mãe com o filho, como por exemplo, depois de feriados, finais de semana ou férias em que o filho fica o dia todo com a mãe e não quer abandonar esse conforto.
Casos esses sintomas persistam, é bom procurar a ajuda de um especialista para poder te orientar e pode também trabalhar no foco do problema e descobrir porque a criança tem medo de ir ao colégio. O que não pode acontecer, em hipótese alguma é você deixar com que seu filho falte as aulas ou deixe esse medo o dominar.
Saiba mais sobre o tema em: – Boa Saúde UOL
Postar um comentário