Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

domingo, 5 de julho de 2015

Como é a linha de montagem de fabricação de esperma

Os testículos humanos são verdadeiros mestres da produção em massa, cuspindo esperma a uma taxa de 200 milhões por dia.

Esse número fica mais impressionante quando aprende-se que o processo não é nada rápido – leva 64 dias para fazer um espermatozoide. O órgão mantém a contagem alta com uma linha de montagem muito eficaz, que dimensiona o desenvolvimento de esperma.
O processo
Cerca de 300 “pacotes” de túbulos seminíferos se escondem debaixo da parede fibrosa de um testículo. Cada pacote contém 1 a 3 túbulos. Os túbulos são ocos, e a maior parte do desenvolvimento do esperma acontece nas suas paredes.
A parede do túbulo é constituída por dois tipos de células: as células de Sertoli e as espermatogônias. Espermatogônias são células germinativas: as células mãe que dão origem a todos os espermatozoides. Elas se amontoam na borda exterior da parede, rodeadas pelas células de Sertoli.
Quando uma espermatogônia começa a se tornar esperma, se divide e divide seus pares de cromossomos, tornando-se primeiro dois espermatócitos e então quatro espermátides. Conforme faz isso, células de Sertoli adjacentes cercam cada conjunto de células filhas movendo-as, como uma correia transportadora biológica, em direção ao centro do túbulo.
Durante todo esse tempo, as células de Sertoli secretam proteínas para nutrir o esperma em desenvolvimento e empurrá-lo para a maturação.
À medida que os espermátides amadurecem, condensam seus cromossomos e crescem as caudas que usarão para nadar, também abandonam a maior parte de seu citoplasma e outras organelas celulares a fim de ficarem menores e mais velozes. Por conta disso, as células de Sertoli também atuam como “governantas”, absorvendo toda a gosma que os espermátides jogam fora.
TUBO, LINHA, ESPERMA
Quando você olha atentamente para o interior de um túbulo seminífero, é possível ver a linha de montagem de esperma em ação. Entre cada par de células de Sertoli, ao longo de cada túbulo, espermatócitos em desenvolvimento são empilhados no início da cavidade, e milhões de espermátides se preparam para se mover por conta própria no final da linha. [Gizmodo]
Postar um comentário