Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

segunda-feira, 27 de julho de 2015

BEIJAR É BOM, MAS PODE PREJUDICAR A SUA SAÚDE





Beijar é muito bom, e o carnaval é um convite aos beijoqueiros de plantão. Mas antes de sair por aí beijando, é bom saber que, esse simples ato pode trazer sérias consequências para sua saúde.


Beijar movimenta 29 músculos e queima aproximadamente 12 calorias. Mas, em apenas um beijo, duas pessoas trocam, em média, 250 bactérias e podem transmitir ou contrair doenças perigosas como a gripe H1N1, conhecida como gripe suína. Isso tudo pode ser agravado com a combinação de vários dias sem descanso adequado, o sol intenso, a falta de hidratação e alimentação equilibradas, que diminuem a imunidade do corpo e nos faz ficas mais suscetíveis a doenças.


Veja algumas doenças podem ser transmitidas pelo beijo:


Gripe H1N1 (Gripe Suína)


O beijo é com certeza uma porta de entrada para o vírus da "gripe suína", portanto deve-se tomar cuidado. Os sintomas da doença são semelhantes aos de uma gripe comum, com febre, tosse, coriza e dores de cabeça e no corpo. 


Meningite 
De acordo com um estudo realizado por médicos australianos, beijar na boca de múltiplos parceiros aumenta em quatro vezes a chance de pegar meningite meningocócica. A definição de “múltiplos” para os pesquisadores é de sete pessoas em duas semanas, conta que parece até pequena para quem observa a “pegação” do carnaval de Salvador, por exemplo. A transmissão da meningite preocupa os médicos, já que a doença tem uma evolução rápida e pode ser fatal. Os sintomas mais comuns são febre, dor de cabeça, vômitos, diarréia e rigidez dos músculos da nuca, ombros e costas.


Mononucleose 
Conhecida como a “doença do beijo”. É uma doença assintomática, e muitas e vezes a pessoa desconhece que tem a doença. Nos casos em que há sintomas, os principais são fadiga, dor de garganta, tosse e inchaço dos gânglios. Vale lembrar que o vírus pode ficar incubado de 30 a 45 dias no organismo e não tem cura – a pessoa vai carregá-lo para o resto da vida.


Herpes
Mesmo que no momento do beijo o parceiro não tenha nenhum indício do problema, ele pode ter o vírus causador da doença e transmiti-lo. Depois do contágio, não há cura e a pessoa passa a conviver com o herpes, que pode se manifestar anos mais tarde, geralmente durante fases em que estiver com a imunidade baixa . O herpes pode aparecer como um machucado na boca ou até mesmo em outras partes do corpo.


Cárie 
É muito comum transmitir e pegar cárie através do beijo, mas há como evitar. Manter a higiene da sua boca em dia é a melhor forma. 


Sífilis 
A sífilis pode ser transmitida pelo beijo, se a outra pessoa estiver contaminada e tiver alguma ferida na boca. A doença é causada por uma bactéria chamada treponema pallidum e pode aparecer em diferentes partes do corpo e levar até uma semana após o contágio para aparecer.

http://viciosdoprazer.blogspot.com.br/2015/02/beijar-e-bom-mas-pode-prejudicar-sua.html
Postar um comentário