Quanto pagamos de Imposto:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog:  NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER -- JORNAL PONTO COM **

PENSE NISSO:

PENSE NISSO:

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Lucro da Petrobras cai 89% e fica em R$ 531 milhões no 2º trimestre

A Petrobras encerrou o segundo trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 531 milhões, queda de 89,3% em relação aos R$ 4,96 bilhões de igual período do ano passado, informou a empresa na noite desta quinta-feira.


O balanço da estatal continua sofrendo o impacto do menor preço do barril de petróleo, que desvaloriza seu principal produto, e também da venda menor de combustíveis, em função da piora da economia.


A desvalorização do real continua a influenciar o resultado, já que encarece a dívida da empresa, tomada em sua maior parte em moeda estrangeira.


O resultado da empresa teve também impacto da baixa de investimentos em ativos que foram postergados ou que saíram do plano de negócios da empresas no valor de R$ 1,3 bilhão.


Entre os projetos está a suspensão da construção de uma fabrica de fertilizantes em Uberaba (MG), chamada UFN III, que está até o momento 30% concluída.


A companhia também reconheceu uma despesa de R$ 1,6 bilhões referente a dívidas de IOF com a Receita Federal. A empresa fez ainda uma provisão de R$ 2,6 bilhões para outros três casos semelhantes. A despesa se refere a incidência de IOF em transações da companhia com suas controladas no exterior.


A soma de fatores levou a empresa a acumular, no primeiro semestre do ano, lucro bruto de R$ 5,8 bilhões, queda de 43% em relação aos R$ 10,3 bilhões dos seis primeiros meses de 2014.


A despeito do resultado menor, Bendine afirmou estar satisfeito com o balanço. "Estamos muito satisfeitos, não obstante que o número final não mostre a grandiosidade da companhia. Mas estamos satisfeitos porque o resultado operacional está dentro das nossas expectativas"


O Ebitda ajustado do semestre foi de R$ 41,3 bilhões, um aumento de 35% em relação ao 1º semestre do ano anterior.


A Petrobras informou ainda que recebeu R$ 157 milhões referentes a valores repatriados na Operação Lava Jato.


Receita
Com a queda do preço do petróleo, a receita líquida da Petrobras no segundo trimestre foi de R$ 79,9 bilhões, queda de 2,7% em relação aos R$ 82,2 bilhões de igual período de 2014.


A menor produção e também uma menor venda de combustíveis teve impacto na receita.


No semestre, a receita ficou em R$ 154,2 bilhões bilhões, queda de 6% em relação a primeira metade de 2014, quando foi de R$ 163,8 milhões.


Dívida
A dívida líquida da empresa caiu de R$ 332,45 bilhões no primeiro trimestre para R$ 323,9 bilhões nos três meses seguintes. A empresa fez no período captações na China e também com bancos estatais em abril.


Histórico
É o segundo resultado trimestral apresentado pela nova diretoria, comandada desde fevereiro por Aldemir Bendine. O impacto da corrupção e dos desvios investigados pela operação Lava Jato ficou restrito aos balanços dos últimos trimestres do ano passado e não foi contabilizado no resultado divulgado nesta quinta.


Em final de abril, a Petrobras divulgou ter tido prejuízo de R$ 21,7 bilhões no ano de 2014, decorrente da baixa em ativos nos valores de R$ 6,2 bilhões atribuídos a perdas com corrupção, de R$ 44,6 bilhões em perdas de valor de ativos mal avaliados e R$ 2,7 bilhões pela desistência da construção de duas refinarias, no Maranhão e no Ceará.


Esses valores diferem do que a diretoria anterior, comandada por Graça Foster, havia sugerido como sendo o real impacto dos desvios no balanço da empresa. Graça Foster deixou a empresa com cinco diretores, depois do desgaste causado pela divulgação do cálculo de perdas em valores dos ativos na empresa, de R$ 88,6 bilhões, relativos a corrupção e perda em valores de projetos. O número acabou não sendo usado.


Fonte: Folha.com

- See more at: http://www.blogcariri.com.br/search?updated-max=2015-08-09T10:00:00-03:00&max-results=50&start=20&by-date=false#sthash.SOXTJ5JU.dpuf
Postar um comentário